Após confirmar sua participação do Giro d’Italia 2009 já que é a única das três grandes que ele ainda não participou, Armstrong não sabe se participará do Tour de France.

Segundo o corredor, ele entrou em contato com os organizadores da prova francesa mas até o momento não recebeu nenhuma resposta, positiva ou negativa.

Ele gostaria de estar em Paris, mas numa situação “bem clara e sem suspeitas”.

Falando em suspeitas, ele contratou o especialista Don Catlin, que fará testes independentes no corredor. Além disso será submetido a todos os testes feitos pela USADA, AMA, UCI, COI e USOC. Questionado sobre a imparcialidade de testes independentes, simplesmente falou que Don Catlin é uma autoridade no assunto e tem uma reputação indiscutível.

Está se formando o calendário do americano, no meu ponto de vista: ele vai para o Giro apenas como “preparação”. Qualquer que seja o resultado, fica livre de cobranças. O Tour será deixado em segundo plano, talvez nem participe – e ainda coloque a responsabilidade em cima dos organizadores.