Tour de France 2009 – Jens Voigt

Vídeo da queda de Jens Voigt. Foi feio.

Minha opinião: falta de habilidade (ou prática) em andar em asfalto ruim. Ficou bem claro, bem na emenda do asfalto havia um pequeno degrau, a roda dianteira saltou e caiu em cima da faixa lisa, opa, branca.

Se ele treinasse no Brasil, estaria calejado de passar de emenda em emenda, de remendo de buraco em remendo de buraco, de desviar de olho-de-gato e outros “bstáculos” mais.

Lembrando: comentários mal-educados, ofensivos e sem fundamento não são publicados…

Anúncios

19 Responses to Tour de France 2009 – Jens Voigt

  1. Luiz disse:

    Comentários do vid do youtube:
    “According to l’equipe the tour main doctor Gérard Porte said that Jens’s worst injruies are apound his face and head and the he must do a complete scan in Grenoble.”

    e, mais importante:
    Jonathon Vaughters’ twitter page says he has cerebral tramatism, and the crash was a result of his handle bars snapping off!!

    Então, ele não errou, mas sim sua barra se foi. Mesma coisa disse o comentarista na televisão espanhola TVE.

    Abs.

  2. A Gazzetta fala em traumatismo craniano, trauma facial e uma possível fratura do cotovelo. Coitado…

  3. Nilo disse:

    Foi o velho calombinho do asfalto… Concordo com o Zaka que se ele treinasse aqui no Brasil, estaria mais acostumado com isso, mas o tranco foi grande pq ele estava sentado, perdeu as mãos do guidão (a esquerda passa reto) e pelo video parece q não houve quebra do guidão antes dele cair…

    • Zaka disse:

      Continuo com a mesma impressão do Nilo. O guidão pode ter quebrado, mas com o impacto.
      O “comum” nessas bikes-quase-protótipos é a espiga do garfo quebrar (nessa edição do Tour já vimos isso). Guidão, que eu lembre, nunca vi.

  4. O Armstrong, via Twitter, acabou de dizer que o Voigth passa bem. Ele teria recebido a notícia por meio do Schleckão. Tomara!

  5. mika disse:

    Segundo o Lance via Twitter:
    lancearmstrong: Just heard from Frank Schleck that Jens is doing ok. Good news.

    Boa noticia essa!!

    Abraços!!

  6. daniel disse:

    Isso acontece muito com ciclistas nao oriundos do mountain bike, atletas como Lance Armstrong e michael rasmussem nao caem, pois já tem muita pratica com terrensos irregulares.

  7. Ivan Begotti disse:

    Sinbceramente o cara estava puxando muito na subida e por muito, fatigado, chega na descida o cara relaxou demais afrouxou o corpo e no salto do asfalto escorregou a mão e ae a tragédia!isso pode acontecer com qualquer um por melhor que seja um momento de bobeira e vários meses de sofrimento, mais interessante é o tempo que a bike fica presa no pé dele, não deveria soltar logo os pedais?

  8. Ivan Begotti disse:

    Retiro o que disse, os pedais soltaram rápido mas o cara literalmente caiu e parece que já desmaiou será que não deu um branco nele antes da queda?

  9. David_biker disse:

    “A bike estava levando ele”, tava muito relax e por não perceber a ondulação no piso, levou “coiçe” da bike! Até o reflexo não estava suficiente para destravar dos pedais. Lamentável!
    Observem que a roda traseira chega a subir, os ciclistas na frente sentem a mesma coisa e o movimento que Voight faz no selim! Que coisa!
    Melhoras pra ele.

  10. Gabriel Vargas disse:

    O que aconteceu, olhando atentamente, foi que a mão esquerda dele realmente escapoliu do guidão no saltinho. Fácil de acontecer e perigosíssimo.

  11. […] Tour de France 2009 – Jens Voigt Vídeo da queda de Jens Voigt. Foi feio. Minha opinião: falta de habilidade (ou prática) em andar em asfalto ruim. […] […]

  12. FAB1000 disse:

    Daniel se o Rasmussem não cai, porque diabos ele acabou todo rasgado no 2o CRI do Tour de 2005?

    Não acredito que se ele treinasse na Amazônia não teria caído. Esses caras são muito rodados e já enfrentaram todo o tipo de asfalto, ainda mais alguém tão experiente como ele. Caiu por uma combinação de coisas.

    Lembrem-se que pouco antes ele puxava o pelotão dos favoritos morro acima e fazendo muita força e como o tombo foi no início da descida, podia ter relaxado demais e além disso o calombo apareceu do nada. Aí se a mão escorrega ou a roda traseira no salto cai um pouco de lado, naquela velocidade toda não tem o que fazer.

    Tomara que ele se recupere e esse tombo não provoque a sua aposentadoria antecipada. Mesmo que fosse parar no final do ano.

  13. César disse:

    Me desculpem, mas o motivo do tombo é outro.
    Ele estava freiando excessivamente com o freio dianteiro, tanto que a roda traseira levantou. A roda traseira volta a tocar o chão e logo em seguida a roda dianteira entra na faixa branca… e ai ele “perde” a roda dianteira por falta de aderência em cima da faixa.

  14. Amoreira disse:

    Parece até acidente de avião: resultado de vários fatores. Relaxamento, ondulação, faixa branca, posicionamento sobre a bike… Dá até medo pensar na nossa fragilidade sobre os pedais.

  15. William disse:

    Ele não estava freiando é como o pessoal disse, ele estava relaxado e infelizmente a mão escapoliu do guidão quando a bike deu o salto.
    Vacilo mesmo.