Gabriele Bosisio, parte 2

“Sono innocente, voglio le controanalisi.”

Algo como: sou inocente, quero a contra-análise.

Preciso pensar numa promessa a pagar no dia em que a análise da segunda amostra der negativa (talvez ir pedando até o Santuário de Caravaggio). É sempre a mesma conversa, socos na mesa, alegações infundadas, teorias conspiranóicas.

Ninguém é homem suficiente pra admitir que usou métodos ou substâncias ilegais?

Anúncios

2 Responses to Gabriele Bosisio, parte 2

  1. Augusto disse:

    Erik Zabel, Thomas Dekker, Bernhard Kohl, Ivan Basso, Riccardo Ricco (depois de insistir um bom tempo…), Tyler Hamilton…

  2. Anderson disse:

    Bota na lista.

    Voce poderia ir pedalando ate la, mas com os dois pneus furados.