Entrevista de Cadel Evans

Na T-Mobile me senti marginalizado

A estréia da camisa nova

A estréia da camisa nova

Ele considera que sem a luta contra o doping “não teria sido possível ser campeão do mundo” e que os dois anos que passou na equipe T-Mobile “foram os piores” da sua carreira.

Em entrevista concedida à Gazzetta, ele comentou a pressão na luta contra o doping durante essa temporada. “Espero que essa luta seja mantida, sem ela possivelmente eu não seria campeão do mundo”.

Sobre seus dois anos (2003-2004) na T-Mobile, qualificou como “desgraçados, entre acidentes e lesões”. “É certo que estava numa equipe um pouco particular, não estava a vontade, me senti marginalizado, com situações estranhas, ambíguas e pouco claras”.

O doping na Telekom e T-Mobile foi uma prática habitual segundo indicam alguns especialistas, de 1995 a 2006. “Sempre há quem não respeita as regras, mas o que os outros fazem não influenciam a minha vida. O que me interessa é andar direito”, disse Evans.

Nesse ponto eu discordo: influenciam sim, se o sujeito está andando dopado e ganhou dele, influenciou ou não?

Imagem rara: Evans no uniforme T-Mobile

Imagem rara: Evans no uniforme T-Mobile

26 respostas para Entrevista de Cadel Evans

  1. jafo disse:

    Concordo plenamente com vc Zaka está mais do que na hora de quem esta limpo botar a boca no trombone e denunciar mesmo que seja da mesma equipe. O problema é que acho que todos tem telhado de vidro e não vão atirar pedras .Agora dizer que não influência a vida é contraditório se ele mesmo falou se não fosse o controle de dóping talvez não seria campeão do mundo.

  2. tuca disse:

    Afinal em termos de porcentagem quanto ganha o ciclista dopado,
    é claro que depende da droga usada mas uma média.
    Alguem sabe deste estudo. Seria interessante uma matéria sobre isso.

  3. waldeir disse:

    bom a muitos ciclista pelo que ja ouvi por ai que mesmo quando estão dopados preferem não ganhar uma etapa tipo do tour ou giro ele chega em 2º ou 3º para receber a premiação em dinheiro e não ter que fazer exame que é obrigatorio p/ o vencedor

  4. João disse:

    o que eu acho mais engraçado são aqueles que se dopam e nunca aparecem pra fazer nada no pelotão, se dopam e não ganham nada, muito menos ajudar a equipe.

  5. José de Athayde Barboza Ferreira disse:

    ?Não é possível praticar um esporte de alto rendimento, como o ciclismo, sem uso “dessas porcarias”?? Vou tentar encaminhar meu filho para esse esporte (que eu gosto muito e ele também), mas pelo que estou vendo, vou ter que repensar o futuro dele como desportista.

  6. waldeir disse:

    E´possivel sim praticar ciclismo de alto nivel sem uso de dopantes . quem não acredita nisso não sabe a verdadeira essencia do esporte….

  7. Pedro (Barcellos Sports) disse:

    E vc é lmpinho né??? Ahãmmmmmmmmmmmmmm….

  8. waldeir disse:

    Antes ser um Farrapeiro desconhecido… do que um Batoteiro Reconhecido

  9. eliel balbino disse:

    Viram a Mariana OHata do Triatlon?….coisa feia…Waldeir está certo….prefiro ser um atleta meia-boca limpo do que vencer tomando porcarias….

  10. André Vianna disse:

    Acho que o que o Evans quiz dizer é que sendo o ambiente da D-Dopile, ops, T-Mobile, de dopados, ele não se influenciou em fazer o mesmo…

  11. Jucaxc disse:

    também creio que dopados influenciam e muito . aliás a antiga Pedictor-Lotto na época q o Vino foi pego , entrou com um processo contra o dopado cazaquena justiça francesa , por causa dos danos causados por perda de midia do Evans e do patrocinador …

    deve ser uma merda vc ficar igual a um bobo e um cara dopado a sua frente ! lembram o Simoni vs Sella no Giro 2008 em Tirano ? o Simone não conseguiu pega-lo , depois é fato q o cara correu a base de CERA .
    e ae ? o cara é o campeão moral mas e o gosto amargo do segundo lugar ?

    e a Vuelta q o Menchov herdou do Heras ? e o Tour do Pereiro vs Landis ?

    na ocasião Menchov soltou os cachorros e disse q a sua vitória tinha gosto amargo . e estava corretissimo .
    depois ainda tem colega q posta aqui dando ibope pra trapaceiro q atacava o pelotão a base de doping , plasticamente é lindo , mas moralmente não há oque falar !

    pessoal , não podemos dar moral para os trapaceiros !

    pensaram se não pegassem o Rebellin com CERA ? seria forte candidato a ganhar o mundial encerado .

  12. Jucaxc disse:

    creio q o André está certo em seu raciocínio quato a entrevista . oque os companheiros fazem é de responsabilidade de cada um . há pressão dentro da equipe , mas ninguèm é amarrado e dopado . faz quem quer .

  13. Pedro (Barcellos Sports) disse:

    Como dizem por aí.. É tudo farinha do mesmo saco…

  14. Gustavo disse:

    Bom galera falando em doping, li uma noticia que o Cannavaro (jogador da juventus e da seleção italiana) foi pego no anti-doping. Isso porque esses esportes só fazem testes de urina e ainda com um monte de irregularidades. Depois dizem q o ciclismo é esporte de dopado. Se fizerem exames de sangue começam a aparecer dopados ate no nado-sincronizado. O ciclismo esta no caminho certo, na minha opinião o unico esporte que esta no caminho certo. VIVA O CICLISMO, CICLISMO LIMPO.
    obs: teve um jogador do Brasiliense que tambem foi pego.

  15. Jucaxc disse:

    vai dar em pizza essa do Cannavaro !

    ow Gustavo até no hipismo tem cavalo dopado ! Rodrigo Pessoa herdou o ouro olimpico assim , mas até o cavalo dele já foi pego no doping ! kkkk

  16. Gustavo disse:

    Pois é Jucaxc, que vai dar em pizza eu sei (infelismeente), eu só acho que os demais esportes deviam parar de tampar o sol com a peneira.
    mas é bom pra ver que não é só no ciclismo que tem doping!!

  17. Gustavo disse:

    Aproveitando o momento, queria dizer para o José de Athayde, que incentive sim ele a praticar ciclismo de alto rendimento, pois, trapaceiros sempre existiram e sempre existirão em todas as areas seja esportiva, nas empresas e ate em igrejas. Como disse o Evans, não precisa se misturar aos batoteiros.
    Se voce soubesse as coisas nojentas que acontece em outros esportes voce não deixaria ele praticar esporte nenhum.
    Esses dias tinha um ortopedista que disse em uma palestra que sofreu pressão do Pai e do tecnico de um clube de futebol, para operar o joelho de uma criança de 12 anos, por ai voce percebe que tem gente querendo se dar bem em todas as areas. Incentive sim, ele a dar umas pedaladas e quem sabe nos dar muitas alegrias em 2016.

  18. Zeca Blak disse:

    Desculpem os utópicos,
    O sistema está totalmente apodrecido. Onde há dinheiro e fama, há competição. Onde há competição, há homens. E onde existem homens lutando entre si pra ver quem ganha mais fama e fortuna, há trapaça. Essa é a natureza humana. Não condeno os dopados porque senão é melhor desistir de acompanhar qualquer esporte profissional. Pra isso existe justiça e a justiça manda que o cara fique 2 anos afastado. Ponto.
    É injusto uns correrem dopados e outros não? Sim. Por isso, sou a favor, como disse outras vezes, de liberar geral. Não é o mais correto, mas é o cenário mais realista e justo pra uma uma competição de alto nível. Se dopa quem quer. Jogo limpo.
    E nas competições amadoras??? Essas pelo nosso Brasilzão! Não é injusto um cara cheio da grana correr com uma Pinarello Prince com Campagnolo Record, Rodas Zipp 808, Sapatilha com solado de carbono, pedal de titânio e outro ciclista, em mesmas condições físicas, correr com uma bike de quadro misto (se muito), grupinho Tiagra, rodas pesadonas, pedal de chumbo com sapatilha Kichute? Ah, isso pode!

  19. Quanto ao dopping, fico sempre pensando por que em esportes tipo tenis, voley, futebol, basquete, são pegos poucos ou quase nenhum atleta.
    Ja no ciclismo e atletismo o numero é cada vez maior.

    DUVIDO que o percentual de dopados em tais esportes seja menor, aposto só na tal da peneira, mais apertada no ciclismo e atletismo e menos apertada nos outros esportes.

    Deviam apertar todo mundo, esporte limpo sempre!

    Quanto ao amigo de cima.. as bikes ao menos é questão de dinheiro.. e dinheiro até que se sabe não é ilicito..

  20. Pedro (Barcellos Sports) disse:

    Mandou hein Zeca?

    Como dizem na minha terra… “Não há um justo sequer”…

  21. Will Barbosa Bike e etc. disse:

    “As más companhias corrompem os bons costumes”

    É bíblico e num tem jeito. Se vc se misturar, em breve será um deles.
    Não dá pra dizer que não é verdade.
    Eu sou prova de quanto se apanha das circunstâncias quando se quer ser profissional no ciclismo ou mountain bike sem se dopar. Não se pode ir longe não. Infelizmente. É desumana a diferença entre um limpo (mesmo que bem treinado e acessorado) e um sujo (que com ctz fez todas as lições de casa e bem feitas!)
    Além do mais, o homem é corruptível. Temos muitos exemplos, em especial na política, onde quando há grana em jogo……..aff!

  22. Jucaxc disse:

    por isso que eu nunca ganhei o mundial !

  23. Will Barbosa Bike e etc. disse:

    🙂

  24. Jefferson disse:

    Se for ver bem o Zeca ta certo,agora pegue um dopado treinado e um cara limpo treinado,quem ganha?

  25. David_biker disse:

    Se for seguir o raciocinio do Zeca Blak, então vamos criar categorias separando tipo e detalhes da bike como foi citado, peso do ciclista, idade, altura, especialidade (passista, sprinter ou escalador), etc.

    Ops, quase esqueci: Exame anti-doping ultra sofisticado antes, durante e depois de cada prova.

    Ai sim o bagulho seria justo.