Washington, ponto de partida do Giro d’Italia

Considero o fato de que as grandes voltas comecem fora dos seus respectivos países como uma coisa boa. Londres, Amsterdã ou tantas outras.

Mas as vezes os organizadores viajam. Angelo Zomegnan disse que sempre considerou a hipótese de começar a prova fora da Europa. E, parece que agora encontrou outro demente. O prefeito de Washington, Adrian Fenty (triatleta amador) afirmou que estaria disposto a ajudar financeiramente nessa maluquice empreitada.

Além dos custos (avião para trezentas pessoas ou mais e o transporte de todo o equipamento) seria necessário um período de descanso após a viagem para a Itália (a diferença de fuso horário e as 8 horas de viagem). Eu penso que é inviável.

Nem vou falar no risco de colocar todos os ovos na mesma cesta.

Anúncios

13 Responses to Washington, ponto de partida do Giro d’Italia

  1. Augusto disse:

    É o mundo globalizado!

  2. Claudio Vinicius disse:

    Se é assim, que tal um prólogo na orla de Copacabana?

  3. Thomas disse:

    digo, bah, deviam colocar o Al Pacino ( Michael Corleone) para dar a largada!

    zaka, apaga o post anterior please!

  4. Emilio Salum Filho disse:

    ja pensou?? Tour volta ao Mundo: Algumas etapas nas america, ai vem pro Brasil, dia seguinte uma etapa nas piramides do egito. Um descansinho e umas etapas em montanhas nos alpes e pirineus.. um descansinho e partimos pra australia..1 semaninha de planicie para acabar na etapa rainha, a crono escalada do everest.. o que voces acham?

  5. Gabriel Sousa disse:

    Mundo louco!

  6. Anderson disse:

    Não é como estalar os dedos e voilá.

  7. Vanderson G de oliveira disse:

    caracas como ninguem pensou nisso antes:
    tour volta ao mundo
    maior prova da galaxia
    seria perfeito… kkkkkk

  8. vander disse:

    Quando eu penso que já vi de tudo aparece uma dessas..
    Porque esse “gêniozinho” não pega essa grana toda que vai investir para levar a montanha até Maomé, ele não faz uma volta ciclistica e convida equipes continentais?
    Eu sou meio 8 ou 80…
    Tour de France deve ser na França.. ou no máximo pegando um cantinho de luxemburgo.. alemanha.. e tals.. por que em alguns lugares o limite geográfico não pode sobrepor o limite de costumes ou cultural.. como é na maioria dos casos..
    vc sai do país só no papel, por que as comunidades tem os mesmos costumes.
    Giro é na Italia..
    Vuelta é na Espanha..
    Tour do Brasil é em São Paulo. hehe.
    rsrs
    sóum minuto, vou rir sozinho mais um pouco.
    rsrs

    Brincadeiras a parte, eu sou contra.

  9. Zeca Blak disse:

    Simples(ehe): Basta criar a Formula 1 das Bikes. Temporada de várias etapas pelo mundo, com soma de pontos, equipes mega-preparadas, dinheiro jorrando da tudo quanto é lado e pilotos, digo, ciclistas ganhando U$15 milhões por ano.
    Como levantar dinheiro pra essa maluquice? Sugiro patrocínio da indústria farmacêutica. Já seria um bom começo…

  10. Pedro (Barcellos Sports) disse:

    DINHEIRO, BUFUNFA, FAZ-ME-RIR, GRANA, CASH, TUTU, VERDINHAS, CASCALHO… Isso é viável!!!

  11. Antonio Carlos Alves disse:

    O que se pode esperar de americano?

    Logo eles vão querer fazer umas provas de pista na lua.

  12. Antonio Carlos Alves disse:

    Oi Yashá Gallazzi

    Esta semana estarei postando a sua encomenda.

    Promessa é divida.

    A. Carlos

  13. Bruno Tiggemann disse:

    Vai ver que o maluco quer construir uma ponte ligando Washington ao país da “bota”. Aqui no Brasil, já teríamos várias empreiteiras interessadas e apoiando a ideia…