Kenny Williams

07/novembro/2009

O Renato do Pedaleiro passou esse texto pra mim (obrigado!), muito interessante e que nos leva a uma reflexão: por quê todos os positivos não fazem o mesmo. Não seria muito melhor?

Aos meus amigos, clientes, concorrentes e comunidade ciclística dos EUA.

Meu nome é Kenny Williams e eu corro com a minha bicicleta há 20 anos. Em junho de 2009  eu quebrei a clavícula e passei por uma cirurgia. Na pressa de voltar a competir no topo eu comprei DHEA na farmácia local, sem consultar ninguém. Seis semanas mais tarde, no Masters Track Nationals em Colorado Springs eu testei positivo para droga ilegal. Não nego os resultados do teste.

Tenho vergonha do que eu fiz tenha ferido o esporte do ciclismo e as pessoas que se tornaram a parte mais importante da minha vida. Estou enfrentando a possibilidade real de precisar passar o resto da minha vida tentando reconquistar a confiança da comunidade ciclistica e de meus amigos, mas essa mancha vai me acompanhar pelo resto da minha vida. Não estou pedindo perdão, estou admitindo o erro e sinto todos os sentimentos horríveis decorrentes da minha decisão errada. Espero compaixão e compreensão. Compaixão porque nunca tive a intenção de magoar ninguém e se pudesse refaria a minha vida. Como eu fiz em toda a minha carreira como atleta, vou lutar para ter de volta a minha reputação de homem justo, concorrente forte e livre de doping. Podem acreditar em mim quando digo que nunca mais vou tentar um atalho desses novamente.

Corrida de bicicletas é uma das coisas mais importantes da minha vida, segundo minha esposa, a quem devo as maiores desculpas por ter sido tão irresponsável. Annette, me desculpe.

Eu também me sinto muito mal sobre os resultados que tirei dos outros atletas que competiram contra mim. Estou muito arrependido por ter decepcionado a todos. Aos meus patrocinadores e clientes, peço desculpas. A todos na comunidade e meus amigos, peço desculpas.

Atenciosamente, Kenny Williams

Blog (desatualizado)

Aqui tem o texto original ou aqui.

Anúncios

Quem é o ciclista? (57)

07/novembro/2009

1a. Categoria – 6 pontos

Nome, prova e ano.

quem57

RESPOSTA: Andrea Noe, Giro d’Italia 2004

6 pontos pro Juca.


D’Artagnan, o magnífico

07/novembro/2009

Foto enviada pelo Antônio Carlos (a sugestão do título do post também). Obrigado!

dartagnan


Confins Austrais

07/novembro/2009

Nessa época em que não temos praticamente nenhum tipo de corrida de bicicleta, que tal fazer uma cicloviagem?

Se não tem tempo, paciência, dinheiro ou tudo isso, pode fazer uma viagem virtual.

Confins Austrais é o blog do Ricardo Brüggmann-Mühle, leitor do Maglia Rosa que realizou uma viagem de Florianópolis até Ushuaia, entre novembro de 2008 e fevereiro de 2009.

Visitem: CONFINS AUSTRAIS.