Entrevista de Murilo Fischer

16/novembro/2009

O Bruno digitalizou a entrevista que o Murilo Fischer deu pro jornal “Município Dia a Dia” de Brusque. Ele colocou no Imageshack mas tem gente que não consegue abrir. Tomei a liberdade de “roubar” as imagens e postar aqui 🙂 .

Anúncios

Graeme Obree e o recorde da hora

16/novembro/2009

O escocês voador tentaria quebrar pela terceira vez o recorde mundial da hora esse mês. Tentaria.

Em ensaios realizados no velódromo de Manchester a bicicleta que ele construiu artesanalmente revelou-se muito ruim, inviabilizando qualquer tentativa bem sucedida. Lembrando: a bicicleta usa pouquíssima tecnologia e foi feita sem qualquer tipo de orientação de engenheiros ou construtores.

Com problemas de depressão já conhecidos, além de duas tentativas de suicídio, Obree recolheu-se a sua casa (ao edredom, segundo ele) e ficou lá por várias semanas.

Aparentemente ele desistiu de tentar a quebra do recorde. Por enquanto.


Cancellara e o recorde da hora (2)

16/novembro/2009

Esse seria o palco: Velodromo Montichiari. Inaugurado em 23 de maio, tem uma pista de 250 metros de comprimento, 7 de largura e curvas com 45 graus. Cabem confortavelmente sentadas 1300 pessoas. A obra custou a bagatela de 15 milhões de euros.

Outra novidade: David Zabriskie também estaria pensando em tentar a quebra. Seria uma ótima notícia.

can1

can2

can3

Aqui tem outras fotos com garotas pedalando no local.


Virando o cocho

16/novembro/2009

Son muy buenas bicicletas, bastante mejor que las Trek, ja, ja, ja“.

Original e reportagem na íntegra aqui.

Algum dia, em alguma equipe ele voltará a usar Trek. Então eu vou dar risada.

 


Cancellara e o recorde da hora

16/novembro/2009

O suíço Fabian Cancellara declarou em entrevista a revista italiana Bicisport que poderá vir a tentar quebrar o recorde da hora em pista.

O atual recorde pertence a Ondrej Sosenka desde 2005: 49,7Km.

Mas Cancellara não disse quando e nem como tentará fazer isso. Apenas afirmou que após o último mundial pensa estar “pronto” para esse tipo de esforço.


Contador vai de Specialized

16/novembro/2009

Alberto Contador vai correr em 2010 de Specialized. Em qual equipe, não importa.

O contrato foi assinado na sexta-feira entre o importador e o espanhol e prevê uma “gratificação” de 700 mil euros. Existe a possibilidade de renovação para os anos seguintes (enquanto isso, a Astana ainda não definiu qual o equipamento que será usado, mas fontes ligadas à equipe indicam que será também a Specialized).

Esclarecendo: o regulamento da UCI permite que os ciclistas usem equipamentos diferentes do resto da equipe. Fica feio, farrapeiro, mas é permitido.

Ainda aguardando a definição da UCI quanto a licença da equipe, o corredor pensa em reforçar a equipe. No topo da lista aparece o nome de Ivan Basso (mas cá pra nós: acho pouquíssimo provável e parece mais uma daquelas notícias jogadas no ventilador nessa época sem provas).