O caso Rebellin

O CONI notificou ontem o corredor a respeito das determinações do COI:

  • devolver a medalha
  • devolver o diploma
  • devolver os 75.000 euros

Além disso o jurídico da entidade foi orientado a entrar com uma ação contra o corredor por danos que o comportamento do batoteiro causou a Itália, ao CONI e ao esporte nacional.

Anúncios

One Response to O caso Rebellin

  1. Anderson disse:

    Será que ele consegue DEVOLVER uma imagem limpa, depois de ter ingerido a santa água? hehehe.