A Lenda do patrão

01/janeiro/2010

Num determinado Tour, corria-se uma etapa plana que Merckx (o patrão) queria que fosse de transição e descanso ativo. Uma equipe rival tentou incendiar a prova e se colocou a frente, puxando o pelotão e acelerando o ritmo.

O Canibal não gostou da atitude e foi para a frente também, mas do lado oposto da estrada, demonstrando que sozinho conseguiria manter um ritmo “tão duro” quando o dos rivais.

A resposta dos rivais, longe de baixar o ritmo, foi cantar em voz alta e assim demonstrar que iam com folga.

Merckx entediado e cansado da brincadeira resolve colocar as coisas no seu devido lugar, dá um potente sprint, deixa todo o grupo para trás e chega triunfante e sozinho a meta.

Anúncios