Multiplicador

“Uma invenção que talvez possa revolucionar o mundo dos ciclistas”.

Henri Bréau posa com o “Derossi’s Multiplicateur”. O quê o idealizador pensou quando criou isso, não faço a menor idéia.

derossi

Na minha ignorância não vejo vantagem nenhuma. Bom, tanto é que não revolucionou nada🙂 .

Foto: Le Miroir des Sports, nr. 312 de 5 de maio de 1926.

7 respostas para Multiplicador

  1. eliel balbino disse:

    A bike ficou bem mais pesada….isso sim!

  2. rodrigo fieira disse:

    boa para descidas ingrimes…

  3. Cachorrão disse:

    Pesada nos 2 sentidos Eliel… alem de aumentar a quantidade de peças pra fazer essa engenhoca, se fizermos a conta do número de voltas que aumenta dependendo da relação a bike fica quase impossível de pedalar no plano.
    Um exemplo prático: Se as 2 corroas tivessem 45D e os 2 pinhões 15D… 1 volta na primeira coroa faria a segunda coroa dar 3 voltas (pois esta está fixada junto com o primeiro pinhão), e pra cada volta desta segunda coroa a roda daria 3 voltas, sendo assim pra cada pedalada completa a roda da bike daria 9 voltas, seria como se fosse uma relação Corão x Pinhão de 99D x 11D. Totalmente insana, Rsrsrsrs…

  4. Maguido disse:

    bike pra cavalos….
    ;-))

  5. a 100km/h que essa relação deve dar, ninguem ve se é pesado ou não!!! hehehheheheheh

  6. Anderson disse:

    Gostei mais da foto ao estilo retrô, vintage, do que a engenhosidade.

  7. adriano diniz disse:

    Parece um desmultiplicador de roda de Kombi ao contrario ..kkkkk…..