Essa é uma das diferenças entre os espanhóis da Vuelta e os italianos do Giro:

Enquanto no país da pizza eles contrataram aquela distinta senhorita para exibir a camisa (devidamente recheada), no país da castanhola eles deixaram esse, como direi, estilista, chamado Custo Dalmau fazer a apresentação do jersey oro, desculpem, rojo.

A camisa em si não é feia. Falta apenas tradição.