Paris-Nice 2010, as equipes

09/fevereiro/2010

Usualmente, as equipes convidadas para essa prova serão as mesmas convidadas para o Tour de France.

AG2R La Mondiale
Astana
Bbox Bouygues Telecom
Caisse d’Epargne
Cervelo Test Team
Cofidis, le Crédit en ligne
Euskaltel – Euskadi
Française des Jeux
Garmin-Transitions
Katusha Team
Lampre-Farnese Vini
Liquigas-Doimo
Omega Pharma-Lotto
Quick Step
Rabobank
Saur-Sojasun
Skil-Shimano
Team HTC-Columbia
Team Radio Shack
Team Saxo Bank
Team Sky
Vacansoleil Pro Cycling Team

A ausência mais notável é da BMC do Campeão Mundial Cadel Evans, Alessandro Ballan e George Hincapie.

Anúncios

Tour de Mallorca Podium Girls

09/fevereiro/2010

Uma pena que lá está fazendo frio.


Novas vitórias, velhas figuras

09/fevereiro/2010

Novas vitórias de veteranos que há muito estavam de jejum.

Alessandro Petacchi, GP Costa degli Etruschi

Oscar “Farrapeiro” Freire, Tour de Mallorca

Robbie McEwen, Tour de Mallorca


Cycle Speedway Euro Club Champs

09/fevereiro/2010

Uma coisa parecida aparece no filme Breaking Away. Essa modalidade, no entanto, é muito mais “agressiva” com bastante contato físico, empurrões e SEM freios.

O custo? Baixíssimo. Dá pra correr de Barraforte em qualquer lugar.


RockShox na Paris-Roubaix

09/fevereiro/2010

Eros Poli usou na Paris-Roubaix (1997 possivelmente, não consegui confirmar) uma suspensão RockShox de mountain bike numa tentativa de suavizar a prova.

“Usamos a RockShox para amortecer as vibrações no calçamento. Nas partes de asfalto trancamos a suspensão e ela ficava rígida. Era muito pesada e não nos trouxe grandes vantagens. Substituímos por garfos com maior inclinação para a frente que amorteciam melhor e respondiam melhor aos ataques”.

pr

Mas a falta de uma resposta positiva talvez seja mais falta de pernas (com todo o respeito) do que equipamento inadequado: em 1992 e 1993 o francês Gilbert Duclos-Lassalle venceu a mesma prova usando o mesmo tipo de equipamento (mais antigo, mais ultrapassado e possivelmente mais pesado).