Henri Cornet

Se alguém ficou surpreso com uma vitória no Tour foi Henri Cornet. Isso aconteceu na edição de 1904 (a segunda) e a sua vitória foi concedida 4 meses após o término da prova.

Essa edição foi marcada pelos escândalos: na primeira das seis etapas, Maurice Garin foi atacado por quatro homens mascarados que desceram de um carro. Na segunda o corredor André Fauré liderava a corrida e quando passou perto de sua cidade natal uma multidão tentou parar o resto do pelotão (a turba só foi dissolvida a base de tiros disparados pelos organizadores). Garin machucou a mão e Paul Gerbi foi nocauteado. Em Nimes uma multidão atirou pedras contra os ciclistas devido a desclassificação do local Ferdinand Payan.cornet

Durante o transcorrer da prova, nove corredores foram desclassificados pelos motivos mais comuns da época: carona em carros ou trens.

Após o término da prova, a Unión Velocipédica Francesa (a federação da época) iniciou uma investigação a respeito de irregularidades ocorridas na prova e “apenas” quatro meses após declarou que os quatro primeiros estavam desclassificados: Maurice Garin, Lucien Pothier, César Garin (irmão de Maurice) e Hippolyte Aucouturier. Dessa forma, Henri Cornet, uma jovem promessa de apenas 20 anos era o novo campeão.

As razões da desclassificação dos quatro corredores nunca foram tornadas públicas. A documentação da época foi perdida quando o arquivo do Tour de France foi transportado para o sul da França para evitar que caisse nas mãos dos nazistas (pelo visto a estratégia não deu muito certo).

Cornet, que havia terminado a quase 3 horas de Garin não caiu nas graças dos fãs. Onde quer que ele corresse era vaiado e ameaçado. Essa publicidade ele não queria e não imaginava. Tanto é que CORNET era um nome “artístico”, seu verdadeiro sobrenome era Jardy antecipou sua decisão em parar de correr.

Não se sabe exatamente o motivo, mas o fato é que ele voltou a correr. Em 1905 fez 3o. na Bourdeaux-Paris en 1905 e 2o. em 1906, venceu a Paris-Roubaix 1906, 8o. no Tour 1908 e venceu a Paris-Alençon em 1910.

Faleceu em 18 de março de 1941 em Prunay-le-Gillon mas os jornais levaram anos para descobrir isso, pois ele já era o monsieur Henry Jardy e nem mesmo os seus vizinhos sabiam que ele era um vencedor do Tour de France.

cornet2

Os comentários estão desativados.