Os ciclistas e o Twitter

Vejamos as diferenças na quantidade de seguidores e o estilo de redação (e atividades):

Levi Leipheimer, em torno de 77.000 seguidores.

Ivan Basso, 30.000 seguidores

Alberto Contador, em torno de 13.000 seguidores

Mario Cipollini, 6 seguidores

10 respostas para Os ciclistas e o Twitter

  1. sergio_alj disse:

    Eating pussy!!

    LOL

  2. viley de melo disse:

    Lance Armstrong = 2.441.000😛

    http://twitter.com/lancearmstrong

  3. faz 6 meses que ele ta “eating pussy” começo a ficar com medo disso.

  4. Facchini disse:

    eating pussy? hahaha!

  5. Leandro disse:

    o cara é foda.
    mas deve ser fake.

  6. Gabriel Sousa disse:

    deve ser fake… maaaaaaaaaaaaaas do Cipo, sei não!!!

  7. Roberto Smera disse:

    “Excelente” ferramenta como máquina de propaganda, utilizada com maestria pelo Armstrong durante todo ano passado para dar recados aos desafetos. Triste. Tenho uma opinião que não interessa ninguém saber o que estou fazendo e a que momento, senão a mim mesmo. Portanto, considero esse Twitter uma tremenda perda de tempo.

    • Zaka disse:

      Como ferramenta de dizer o que estou fazendo, também não considero lá muito útil. Já como meio de divulgar outras coisas, é bem interessante.
      Por exemplo: configurei o WordPress pra publicar um twit meu a cada novo post. Assim quem acompanha o meu Twitter, sabe quando tem alguma coisa nova (tem o link aqui pro blog).
      É também interessante para catar notícias, desde que os twitters seguidos estejam usando a ferramenta com essa finalidade.

  8. Roberto Smera disse:

    Perfeito, Zaka. No seu caso acho extremamente interessante, eis que não havia aventado essa possibilidade. Um abraço