Valdo na Bike

Peço licença para um post meio off. Não refere-se à competições, mas envolve bicicletas.

Escrevi sobre o Valdo em outras ocasiões: aqui, aqui e aqui.

Há alguns anos atrás ele esteve aqui na cidade participando de um Audax 300. Jantamos juntos e ele fez a prova com o meu irmão. Tudo normal, se não fosse uma pessoa fora do normal. Além da sua idade (62 anos), tinha uma experiência de vida incrível.

Algum tempo depois, testando a bicicleta batizada de CRUZBIKE que ele desenvolveu para fazer a volta ao mundo intitulada PEDALANDO PELA PAZ foi até a fazenda de meus pais, em São José dos Ausentes/RS.

Valdo na fazenda

Valdo e meu pai

Meu irmão Marcos e a Cruzbike

Hoje recebi a notícia de que ele faleceu, na localidade de Punta Preta, na Baja California, México.

Sua galeria de fotos está aqui.

Seu diário de bordo aqui.

Perdi um amigo, então esse blog está de luto.

Anúncios

17 Responses to Valdo na Bike

  1. Rafael disse:

    É uma grande perda, um grande mentor para mim e para vários cicloturistas ou mesmo apaixonados por bikes. Um exemplo de vida, um exemplo de bondade, de força e determinação. Vai deixar saudades para sempre….

  2. Anderson disse:

    Sao pessoas como essa que o planeta precisa. Se metade das pessoa que estao por ai tivessem essa vitalidade, força de vontade e espírito pacífico, a historia seria outra – e ainda mais sobre duas rodas. Sem mais.

  3. José Carlos SBC/SP disse:

    Anderson, apenas 1% seria suficiente para mudar o mundo.

  4. Renato disse:

    Grande perda. Pedale em paz, amigo!

  5. vander disse:

    lamento..
    Acho que o esporte está de luto, não só o blog..
    Infelizmente não o conheci, mas estou vendo pela primeira vez nos sites aqui..
    o cara foi um exemplo..
    Que fique com Deus

  6. […] da bike faleceu no México – informações do site Onde Pedalar. Valdo na Bike – relato no Maglia […]

  7. mika disse:

    Uma grande perda!
    Que descanse em paz!

  8. Ricardo Plizzari disse:

    Que de onde ele estiver olhe por todos nós aqui em baixo, por todos aqueles q amam o esporte e em especial o ciclismo. Infelizmente não o conheci também, mas já ehh o meu ídolo… Quem sabe um dia podemos seguir os mesmos pedais que um dia ele percoreu e continuar Pedalando Pela Paz… Mta luz ao Valdo!!

  9. Estou mudo…
    Não-medo, não-vida, não-morte. Como Buda disse, cessa-se o sofrimento.

    Sua lembrança será para sempre carinhosa, querido Pe. Valdo.

    Pedale bastante!!!

    Toda comunidade cicloturista te agradece pelo seu empenho e sua luta.

    Adeus, amigo

  10. FabioTux disse:

    Poxa…vi a noticia ontém, mas não deu tempo de comentar.
    Pra quem é cicloturista, é uma triste notícia, pois ele inspirava (na verdade, acho que continuará inspirando) muita gente!

    Que Deus o tenha, caro Valdo!

  11. Marcelo Bueno disse:

    Não conheci o Valdo pessoalmente,mas conheci varias pessoas que o conheciam e pelos relatos que tive conhecimento o kra era um exemplo de determinação. Grande perca não só para os cicloturistas, mas para o ciclismo em geral.

  12. Sergio Luis Nehring disse:

    Tive a felicidade de conhecê-lo pessoalmente em Joinvile, quando ainda estava montando o projeto de Pedalando Pela Paz, Uma pessoa do bem, guerreiro, exemplo de humildade. Com certeza esta com Deus olhando por nós.

  13. marco disse:

    É uma grande perda, de uma pessoa tão querida que nem sequer teve seu reconhecimento na mídia brasileira.

    Vá com Deus meu amigo guerreiro.

  14. rodrigo fieira disse:

    Essa falta de reconhecimento fez com que eu só tomasse conhecimento de sua existência só após sua partida… Mas de maneira curiosa, com tempo suficiente, entre uma coisa e outra, pra levar um baque.

    Não sei por que cargas d´água nunca tinha lido nada sobre ele, nem aqui no Maglia, que acompanho de perto faz tempo. Mas, como de costume nestes casos (fatos e pessoas desconhecidos), fui lendo e abrindo os links pra saber de QUEM se tratava o post, antes mesmo de saber do QUE se tratava. Gosto de deixar o final pro final.

    Assim, fui lendo sobre o Valdo e me inspirando em sua história, imaginando que um dia, quem sabe, não pudesse fazer o mesmo…

    Dai, depois de estar admirando muito o cara li com pesar do QUE se tratava.

    E depois, li relatos de familiares, amigos, imagino que ele soubesse que não voltaria, partiu em viagem pra que Deus lhe resgatasse quando fosse o caso.

    Voltou pro Pai pedalando. Pela paz. Em paz!!

  15. Always Land disse:

    Fica registrada mais uma homenagem ao grande ser humano que foi Valdo, lutemos para que seu legado continue vivo entre nós.

    http://alwayslands.blogspot.com/2010/03/pedalando-pela-paz.html

  16. Nossa família teve o prazer de ter a amizade do Valdo. Acompanhamos e incentivamos os preparativos (em busca de patrocínio e venda dos livros) de sua sonhada viagem pelo mundo pedalando pela PAZ. Ficávamos felizes com ele quando nos mostrava os equipamentos (computador, fogareiro, a carenagem…) necessários a sua viagem. Se não tivesse três (esposa e filhos) raízes muito bem fixadas teria acompanhado em parte ou toda a viagem, pois ele nos contagiava de tal maneira que era impossível não sentir-se atraído. Homem determinado de amizade fácil cativava a todos: crianças, jovens e adultos, Chamávamos de “Homem de Ferro” pois era difícil de compreender de onde vinha sua força. Estamos tristes com sua morte, mas agradecidos a Deus por tê-lo conhecido. Sua morte o eternizou em nossos corações ficamos nós cobrando será que deixamos de fazer algo, mas ele só esperava nós era uma amizade sincera e está foi com certeza a mais de todas.
    Temos várias fotos dele e também ficamos encarregados de guardar e enviar seus livros a quem quiser adquirir o dinheiro será enviando á família (conta bancária aberta pela família). Contato através do blog: http://marebrisadosaber.blogspot.com/