Milram

18/março/2010

Depois que titio Zabel saiu, o ônibus azul da Milram nunca mais foi o mesmo.

Ok. Seria trem azul, mas aí não dava pra fazer a piada 😉

Anúncios

Jogos Sul-americanos

18/março/2010

Recebi do Pedaleiro Renato

Jogos Sul-Americanos é transmitido pela Record

A Rede Record adquiriu os direitos exclusivos de transmissão em televisão aberta, a cabo e Internet dos Jogos Sul-Americanos de Medellín, que serão disputados neste mês, na Colômbia, e dos Jogos Sul-Americanos de Santiago, em 2014, no Chile.

Os Jogos de Medellín, que acontecem de 17 a 30 de março, servem de preparação para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011, no México. Veja as datas e horários de competições do ciclismo:

Confira as datas e horários das competições de ciclismo

17 Março:
10:00 am – Contra-Relógio Individual – Feminino (20 km) 11:00 am – Contra-Relógio Individual – Masculino (40 km) 12:30 pm – Premiação 18:00 pm – Competição Bicicross (Aro 20)

18 de Março:
9:00 am – Provas de Pista.
18:00 pm – Competições Bicicross (Aro 24 – Cruiser)

19 de Março:
9:00 am – Provas de Pista.

20 de Março:
9:00 am – Provas de Pista.

21 de Março:
9:00 am – Provas de Pista.

22 de Março –
09:00 am – Prova Estrada Individual Feminino (80km) 12:30 am – Prova Estrada Individual Masculino (170 km) 18:00 pm – Premiação

23 de Março – Mountain Bike (MTB)
09:00 am – Cross Country – Feminino (24km) e Masculino (40km)

Site da Record

Delegação sobre duas rodas (tudo misturado):

FEMININO:

ERIKA FERNANDA GRAMISCELLI
FERNANDA DA SILVA SOUZA
JANILDES FERNANDES SILVA
MAIRA HENDEI DE MORAES BARBOSA
MARCIA FERNANDES SILVA
NAIARA DE ALMEIDA SILVA
ROBERTA KELLY STOPA
ROSANE KIRSH SQUEL SAUNE STEIN
SUMAIA ALI DOS SANTOS RIBEIRO
UENIA FERNANDES DE SOUZA
VALQUÍRIA ALESSANDRA BENTO PARDIAL

MASCULINO:

ARMANDO REIS COSTA CAMARGO FILHO
DAVI PANTAROLLI ROMEO
EDIVANDO SOUZA CRUZ
FERNANDO RUIZ FERMINO
GUSTAVO SANTA CHIARA
LEANDRO DE LAMELINA
LUCIANO ANDRE PAGLIARINI MENDONCA
LUIZ CARLOS FERRAO AMORIM TAVARES
MAGNO DO PRADO NAZARET
MARCOS CHRISTIAN NOVELLO
MARCOS VINICIUS CORREIA DE ALCANTARA
MAURICIO BIELINSKI KNAPP
MAURICIO MORANDI
RAUL DA SILVA CANCADO JUNIOR
RENATO REZENDE
RUBENS DONIZETE VALERIANO
THIAGO DUARTE NARDIN
TIAGO FIORILLI
VANDERLEI GONÇALVES


Imagens de San Remo

18/março/2010

2006

2007

2008

2009


Imagem da semana

18/março/2010

Cavendish preparando-se para a Milan- San Remo.


O ciclista que nunca ria

18/março/2010

René Pottier, nasceu em Moret-sur-Loing em 5 de junho de 1879. Era uma figura rara: nunca dava risada. Isso o marginalizava naqueles tempos heróicos do ciclismo em que precisamente o que caracterizava o esporte era a sua alegria. Alegria de viver uma experiência nova e surpreendente que era o profissionalismo e a abundância de comida, a compensação legítima pelos esforços e sofrimentos que os atletas precisavam suportar.

Assim, os demais corredores como Garin, Aucouturier, Trousselier olhavam para ele de lado. Há que se admitir, no entanto, que esse sentimento de respeito tinha um pouco medo embutido. Em 1904 havia batido os recordes do quilômetro com saída parada e dos vinte quilômetros (ao tentar bater o recorde da hora). Havia ganho a Paris-Caen e a Burdeos-Paris (em 3 etapas) sendo ainda um amador. Em 1905 acabou em segundo na Paris-Roubaix e na Burdeos-Paris e venceu a escalada ao Ballon d’Alsace que estreava no Tour de France: fez a subida em menos de 40 minutos com uma média horária próxima dos 20Km/h.

Para tentar integrá-lo melhor ao pelotão, os organizadores decidiram forçar as coisas, dar um pouco mais de atenção a ele e tratar-lhe como um rei…. da montanha, como era na realidade, o primeiro da história do ciclismo.

No ano seguinte confirmou seu favoritismo: chegou ao Tour e dominou a prova, ganhando quatro etapas consecutivas entre Douai e Nice, com uma outra proeza no Ballon d’Alsace.

René Pottier morreu em 25 de janeiro de 1907 em circunstâncias estranhas (teria cometido suicídio, enforcando-se no suporte de sua bicicleta ao descobrir que sua esposa tinha encontrado um amante nos longos períodos que ele ficava fora de casa, pedalando no Tour). Em sua homenagem foi construido um monumento no alto do Ballon d’Alsace, cenário dos seus maiores êxitos.