“Pino só conhece o ciclismo com doping”

Juan Manuel Rodríguez Bastida, ex-médico da Xacobeo-Galícia iniciou ontem um protesto na direção geral de esportes para exigir do governo galego (Galícia) o pagamento do seu salário após ser afastado na Vuelta d e2009. Assim ele explica ao AS: “Quero o pagamento das despesas de 2008, nove meses do ano passado e todos os de 2010 (seu salário fica em torno de 140.000 euros/ano). Desde que me afastaram, ninguém me deu uma explicação. Meu vínculo (contrato) expira em dezembro de 2010. Não me despediram, não rescindiram o contrato. Simplesmente é como se eu não existisse para eles”.

“E por quê houve essa troca de médico na metade da prova? Álvaro Pino contactou com o colombiano Beltrán durante a Volta a Portugal, na qual três corredores da Liberty deram positivo por CERA sob sua tutela. Os próprios ciclistas indicaram ele como quem lhes havia aplicado o produto. Eu comecei a Vuelta, mesmo sabendo que não me queriam. Sou uma vítima por não consentir com as práticas de dopagem. Me colocaram no gancho para colocar no meu lugar um dopador, que foi detido na Itália por andar com substâncias proibidas, que todos conheciam seu passado e que teve que fugir do nosso país. Esses são fatos esclarecedores”.

Ele acusa diretamente Álvaro Pino, manager do time: “Só conhece o ciclismo com doping, enquanto que eu não entendo assim. Seu histórico está aí. Não tem em conta os problemas deste esporte, nem usa dos meios para tentar sua recuperação. Se disse que não sabia que haviam detido Beltrán na Itália, mente”. Questionado sobre se havia dopado os corredores da Xacobeo, é taxativo: “Não, nunca recorri ao doping. Nunca vi ninguém dopar-se sob minha tutela, nem fiquei sabendo se fizeram coisas erradas”.

A Fundação Ciclismo Galego, a estrutura que comanda a Xacobeo, anunciou sua intenção de processar o médico por “suas infundadas palavras difamatórias”. Álvaro Pino não quis falar sobre o assunto.

Essa vai longe.

7 respostas para “Pino só conhece o ciclismo com doping”

  1. Gabriel Sousa disse:

    Ele tá a falar com todas as letras… se for verdade vai dar merd*… vai dar muita merd*.

  2. leonn disse:

    Na Espanha? A história nos conta o contrário, o máximo que vai dar merda é apenas para o médico dizendo ou não a verdade.

  3. Emilio Salum Filho disse:

    Concordo com o leonn…

  4. Anderson disse:

    Ja repararam numa coisa? Parece haver uma tentação irresistivel em usar porcarias.
    O cara deve pensar: Tenho de experimentar para ver o resultado, quem sabe subo no podium, seja reconhecido, fama, dinheiro , blablabla. E depois é pego, ou admite a culpa e volta redimido para ser vaiado, porém nao eternizado como os grandes nomes que todos conhecemos. Essa é a minha teoria de principiante sobre isso. Uma sina interminavel, ciclo vicioso.

  5. Gabriel Sousa disse:

    Mesmo em Espanha com tantos casos algum dia a porcaria vai estourar toda e ai vai ser o bicho.

  6. FAB1000 disse:

    Acho que só vai dar merda se o médico que está fazendo a denúncia for bem visto (tiver conceito) e se não pagarem algo do que devem a ele.

    Pra ter feito o que fez, deve estar sendo totalmente ignorado e sacaneado.

  7. Pedro (Barcellos Sports) disse:

    Doping, Doping, Doping, Doping, Doping…

    Libera geral, Libera Geral, entãão libéééraaa…(Xuxa – Só para baixinhos vol4)