Giro d’Italia 2010 – Resultados Etapa 17

Apesar da fuga, nada de importante hoje (claro que não é o ponto de vista do Damien Monier que conseguiu sua primeira vitória importante).

1 Damien Monier (Fra) Cofidis, le Credit en Ligne 4:29:19  
2 Danilo Hondo (Ger) Lampre-Farnese Vini 0:00:36  
3 Steven Kruijswijk (Ned) Rabobank 0:00:39  
4 Daniel Moreno Fernandez (Spa) Omega Pharma-Lotto 0:01:05  
5 Steven Cummings (GBr) Sky Professional Cycling Team 0:01:18  
6 Simone Stortoni (Ita) Colnago – CSF Inox 0:01:48  
7 Alexander Efimkin (Rus) AG2R La Mondiale 0:01:55  
8 Marco Marzano (Ita) Lampre-Farnese Vini 0:01:57  
9 Carlos Jose Ochoa (Ven) Androni Giocattoli    
10 Nicki Sorensen (Den) Team Saxo Bank   

Geral

1 David Arroyo Duran (Spa) Caisse d’Epargne    
2 Ivan Basso (Ita) Liquigas-Doimo 0:02:27  
3 Richie Porte (Aus) Team Saxo Bank 0:02:36  
4 Cadel Evans (Aus) BMC Racing Team 0:03:09  
5 Carlos Sastre Candil (Spa) Cervelo Test Team 0:04:36  
6 Vincenzo Nibali (Ita) Liquigas-Doimo 0:04:53

15 respostas para Giro d’Italia 2010 – Resultados Etapa 17

  1. rodrigo fieira disse:

    Se não me perdi no italiano, primeira vitória profissional do moço, nem tão moço assim…

    Estranho o esse segundo lugar do Danilo Hondo, esse tedesco é sprinter e essa etapa não serve pra plana, mas, sabe como é, nos dias de hoje o negócio é diversificar.

  2. Gabriel Sousa disse:

    Etapa chata… na última subida a Liquigás aumentou o ritmo mas não fez mais nada além disso… é mais uma oportunidade perdida para ganhar tempo.

  3. FAB1000 disse:

    Acho que fizeram isso exatamente pra não correr risco de perder tempo. Foi muito inteligente a estratégia da equipe. Gastando todos os seus gregários moro a cima e afogando todo mundo. Dessa forma minimizaram o espaço (distância), para algum ataque e a força que ele poderia ter.

    Mas realmente foi chato de assistir. Tanto a chegada pela vitória quanto a dos principais a geral.

  4. Antonio Carlos Alves disse:

    Acreditava num ataque da Liquigás para minar a resistência do Arroyo.(Mas não foi isso que aconteceu),
    e tentar destronar o espanhol na Gávea etapa 19ª etapa de sexta ou na 20ª etapa de sábado.
    Talvez a Liquigás tente amanhã (quinta) ou será que a Liquigás não tá com aquele gás?

    A verdade é que as etapas de sexta e sábado são imperdiveis.

    Arroyo aguenta a pressão? Basso poderá atacar? Algum outro ciclista pode surpreender? Richie Porte está na parada? Cadel Evans parece que o motor não está rendendo mais, O Carlos Sastre também. Mas vamos ver com um aditivo eles melhorem. Vejam aditivo no sentido de “tudo ou nada”, e não doping.

  5. Alguém sabe por que o “língua de cobra” não foi pro Giro?

    Será que foi só em razão do passado dopado dele? Mas se for isso, como explicar a presença de Basso e, principalmente, Vino?

  6. FAB1000 disse:

    A equipe dele é Pro Continental e para disputar o Giro precisaria de convite. Como ele está lá não deram o convite para a equipe.

    Se ele fechar a boca, quem sabe ano que vem…

  7. Augusto disse:

    Com 2 etapas de alta montanha e uma crono depois, dois escaladores natos (Basso e Sastre), dois contrarrelogistas fortíssimos (Evans e Vino) e duas surpresas (Porte e Arroyo) na frente, tudo pode acontecer….inclusive o Nibali voltar pro jogo…

    Sem dúvida, esse Giro tá sendo muito legal de acompanhar!!!!!!

    Pergunta 1: Será que a Liquigás vai ter pernas pro Tour?

    Pergunta 2: Quais são as chances do Murilo ser escalado para o Tour?

  8. Augusto, pelo que me consta o Murilo não vai pro Tour.

    Já a Liquigas, vai. E acho que pode até fazer bonito. Não com o Basso, que vai dar tudo no Giro. Mas Nibali e Kreuziger podem conseguir alguma coisa. Título final? Acho difícil…

  9. Augusto disse:

    Valeu Yashá!

    Tenho ouvido muita gente dizendo que o Murilo não vai.

    Mas repara: ele hoje é o segundo embalador, se defende mesmo nas montanhas, o Farrar tá em ótima fase, no Tour Calif não vi outro Garmim embalando como ele…Então…porque seria essa decisão de não levá-lo?

    Mais, ele está melhorando em termos de condicionamento, o Dean pode se machucar e o Farrar ficar sem um embalador experiente…

    No final, a gente é que quer ver um brazuca no Tour, mas para ele que é um baita ciclista, melhor seria estar nas clássicas depois do Tour e assim chegar em condições de brigar por mais vitórias…

    Mas que a gente adoraria ver ele numa fuga daquelas etapas de transição sonolentas do Tour, chegando escapado na meta e emplacando mais uma vitória verde-amarela na Grand Bouclé, ahhhhhh a gente adoraria…

    Já sobre a Liquigas….ela tá no nível (neste Giro) da Saxo Bank (como era mesmo o nome?) do Tour 2008…dominava a prova e bagunçava o coreto….

    Assim como fez a USPS-Discovery-Astana, Banesto…entre tantas outras….

  10. vander disse:

    ei Yashá..
    e o Sagan?

  11. Zeca Blak disse:

    Em circunstâncias normais, diria que amanhã seria o tipo de etapa pra dar uma linkada ou duas e ver a chegada. Quase um passeio pra se pouparem pras 3 etapas finais. Mas como, até esse momento, a etapa decisiva foi uma plana que teoricamente não aconteceria nada, o melhor é assistir. Sem previsões, tudo aberto entre Arroyo, Porte, Evans, Basso, Nibali e Sastre.

  12. Facchini disse:

    Achei que hoje perderam uma etapa pra tirar o atraso.

    A liquigas é a equipe mais forte do Giro, trouxe só especialistas.

    O Arroyo não vai tentar mais nada, ele vai só se defender.

    Basso, Evans, Sastre, Nibali, é que tem que tentar algo, a inclui o Vino aqui também.

    Murilo esta no Giro com o unico intuito, embalar o Farrar. E só.

    Como o Farrar afogou ele pode tentar uma fuga.

    Segundo ele proprio via twitter, parece ser amanhã.
    Etapa flat, sem responsa com a equipe, ele pode conseguir, torçamos.

    Murilo não se se vai pro TDF, temos que analisar o objetivo da equipe.

    Que deve ser o mesmo do Giro, Farrar nos Sprints, nem Team Time Trial eles podem conseguir já que não via haver esse ano no TDF.

    Liquigas tem uma bela equipe, tem gente que nem foi pro Giro que pode ajudar ou até brigar pelas boas posições, caso do Roman.

    Nibali deve ser o capitão no TDF.

  13. FAB1000 disse:

    O Nibali Não está na briga contra o Basso. Antes ele era um candidato, mas agora é um candidato em backup pro caso do Basso travar. Se ele tentar alguma coisa, vai ser pra confundir a cabeça dos outros candidatos assim como foi feita pela CSC na vitória do Sastre no Tour de 2008.

    Acho que com a escalação de última hora do Nibali pro Giro, o Kreuziger estará em melhor situação, visto do desgaste ser menor e estar focando nesse pico de rendimento. Pelo que eu andei lendo, antes dessa escalação pro Giro não teriam apenas um capitão, seríam dois como foi ano passado.

    Tem que ver também se o “espantalho” vai se livrar do gancho até lá.

  14. Will Barbosa Bike e etc. disse:

    se puderem contar com o Visconde de Sabugosa seria bom!

    imaginem: Ele + Nibali + Kreuziger + Sagan + Basso, se possível também pra dar aquela ‘engordada’ no time e contar com a fama, experiência e um restinho de pernas … rs rs rs