O motor de Cancellara (2)

Apesar de não colocar a mão no fogo por ninguém, ainda considero esse assunto como “humor”.

Abrindo minha caixinha de blogs e sites, encontrei hoje no Cozy Beehive um (melhor, dois) artigos interessantíssimos sobre o assunto (poderia fazer um CTRL+C e CTRL+V mas seria uma ofensa não dar créditos a um estudo tão bem feito).

Não sou físico e confesso que não entendo muito desse assunto, mas as explicações me pareceram bem lógicas e o desempenho do suíço bem plausível (sem motor).

Da minha parte só posso mostrar outras demonstrações de força dele (em bikes de CR cujo seat tube é curvo, não dá pra montar o tal aparato – que também é montado em eixos Shimano que ele não usa).

Em 2007 isso já existia? (uma das melhores chegadas que eu presenciei até hoje)

E em 2008 ele fez isso

E isso

Agora, a leitura (e coloquem o blog nos seus favoritos, por favor).

http://cozybeehive.blogspot.com/2010/06/anatomy-of-cancellara-attack.html

http://cozybeehive.blogspot.com/2010/06/gruber-assist-made-no-sale-to.html

Como eu disse lá em cima, não coloco a mão no fogo por ninguém, mas um desempenho vindo de um sujeito que tem histórico de já ter feito isso anteriormente não é tão estranho assim. Isso está me parecendo coisa de jornalista querendo aparecer ou de um viral (propaganda).

Vou continuar na defensiva, só analisando.

Em tempo: já estava esquecendo… a porcaria dispositivo auxilia em rotações de 30 a 90 RPM. Tentem contar a quantas o Cancellara vai. Sempre acima de 100-110.

(E por favor, não digam nos comentários que gostariam de ter um troço nesses nas suas respectivas bicicletas. Se pensarem nisso, melhor comprar uma motocicleta).

Além disso (esqueci também), ninguém fala na marca do pedivela da bicicleta dele (incompatível com o sistema) e que ele precisa ser montado em quadros de aço ou alumínio, que a bateria deve estar em algum orifício corporal (não está usando aquelas horrorosas bolsas de selim), que a resolução do vídeo do Youtube é por demais pobre para ver qualquer botão sendo pressionado.

Acabou a pilha?

24 respostas para O motor de Cancellara (2)

  1. Pedro (Barcellos Sports) disse:

    Qual o apelido dele ???

    Motollara?? ahh tá, entendi!!! (hehehehe)

    O cara é bão mermo, só que a notícia vendeu bem, aí já era!! vai ter que dá explicação atééééé quando ficar velinho aposentado sendo diretor de Equipe…

  2. Fellipe disse:

    sobre a sua pergunta se acabou a pilha zaka, se vc reparar bem na foto, não acabou a pilha não, a corrente que não aguentou mesmo…
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  3. Juca disse:

    esse foi o dia no koppenberg em que os engenheiros da Sram, viram que o teste de tração precisaria ser refeito …

  4. andre disse:

    É o CARA… Além de ser um animal ele é muito habilidoso. Raramente você ve ele caindo.

  5. Murilo disse:

    Ele sabe atacar as curvas… é um excelente “descedor”. É um maluco nas descidas…

  6. […] This post was mentioned on Twitter by Revista VO2, Marcelo Guazzelli. Marcelo Guazzelli said: O motor de Cancellara (2): http://wp.me/p5iKS-3LC […]

  7. To contigo..
    sou fã dele..
    e prefiro acreditar que seja onda desse povo..
    pena que a noticia vendeu e rendeu.. e vai render muuuito

  8. rafael robalo disse:

    nessa corrida em que ele foi com ela a mao,antes disso mandou a bike para o c…

  9. David_biker disse:

    Adimiro muito a história do Spartacus e sou fã tb. É uma pena a mídia encarnar no cara com esse blá,blá,blá do motorzinho. A favor dele conta o histórico de fugas, características de crono-man e o porte físico “raquitico e desnutrido”.
    A resposta será dada a partir do momento em que os orgãos competentes fiscalizarem/investigarem a bike e a performance do ilustre Cancellara continuar compativel com o seu momento.
    Torço muito por ele.

  10. rodrigo fieira disse:

    Esta última foto mostra uma coisa que eu acho muito bacana na Europa, em toda ela, mas principalmente nestes países do norte – a grande presença de pessoas com mais idade. Senhores e senhoras acompanhando, incentivando e torcendo com entusiasmo, muitas vezes sob condições climáticas bem adversas. É incrível o poder de fascínio que a bicicleta exerce no velho continente.
    O ciclismo é muito maior do que imaginamos.

  11. José Carlos SBC/SP disse:

    Puro sensacionalismo, perceberam que esse assunto apagou um pouco os casos de doping?
    Um caso isolado assim pode até ser bom para o ciclismo, ninguem nem fala mais sobre o Valverde (top), e o assunto Cancellara é tratado ao mesmo tempo como, humor, conspiração, doping eletrônico e por aí vai….
    Continuo achando que o cara é bom mesmo, daqueles fora de séries que aparecem de tempos em tempos.
    É isso aí.

  12. Zeca Blak disse:

    Aguardo ansioso seu desempenho no Tour. Até lá, encarno, divago, dou risada e esculhambo. Quem tá cheio da nota, feliz da vida é ele! Ehehe
    Que o cara é bom, ninguém duvida, mas umas doses de “nitro” de vez em quando só pra esculachar o Boonem e cia é maldade.
    Agora, Zaka, pensando em termos de compatibilidade de grupo (shimano ou Sram), quadro (speed ou tt), pedivela, rpm e etc, se o cara for mal intencionado e o fornecedor da muamba ídem, faz-se adaptações pra tudo.
    Repito pela última (eu juro!): quero ver seu desempenho no próximo Tour.

    • Zaka disse:

      Só não dá pra ficar pensando fixamente nisso e se ele tiver um Tour ruim que tudo o que ele fez foi maracutaia…. olhe o histórico do cara, principalmente nos CR cujos tubos dos quadros não são redondos e o seat tube é extremamente curvo.

  13. frq disse:

    e como notado no bikehugger, a geringonça não cabe to seat tube de 27.2 da specialized:
    http://bikehugger.com/2010/06/cancellara-conspiracy-doubter.html

  14. Zeca Blak disse:

    Eu sei, eu sei, Zaka… tô só botando lenha na fogueira.
    Se essa história é verdade ou mentira, não saberemos nunca. Vai ser igual ao assassinato do JFK ou o que é a Ilha de Lost. O fato é que dá pra desconfiar de tudo quanto é taquarada das grandes provas dos últimos anos.
    Não bastasse a inevitável desconfiança de doping quando um ciclista se destaca, agora questionaremos o equipamento do cara…
    Só resta zoar e dar risada de tudo isso. Porque se formos pensar friamente, levando a sério o assunto, analisando as possibilidades, paramos de assistir as provas.

  15. David_biker disse:

    Nessa última foto aparece o Jack Nicholson com um controle remoto tentando dar partida no motorzinho para o homi pedalar!
    Será que as pilhas/bateria do controle remoto acabaram?

    Só para descontrair…

  16. José Carlos SBC/SP disse:

    Ahahaha Jack Nicholson foi f.. David.

  17. Will Barbosa Bike e etc. disse:

    kkk
    jack nicholson
    hahahhahaha
    essa foi tão boa quanto a idéia do motor….
    uhuhuhuuhuhuh

  18. Jonathan disse:

    O primeiro que vi tentando ‘vender’ essa idéia de que ciclistas top estariam usando o tal motorzinho, foi o Davide Cassani, durante a transmissão do Giro. Me corrijam se eu estiver errado, mas ñ foi esse cara que ‘entregou’ o Rasmussen em 2007? Até hj acho que o episódio do Rasmussem foi um tanto injusto, pelo fato de não ter sido comprovado doping. Agora isso de tentarem manchar a imagem do Cancellara. Não entendo quem é a desses caras, se gostam mais de ciclismo, ou de ‘jogar areia nos olhos dos outros’. ( Cassani e cia )

  19. Juliano disse:

    Melhor video…

  20. Ernesto Longhi disse:

    Os argumentos de você, Zaka, faz todo o sentido. O cara não pose nem trocar uma marcha para atacar que pensam que ele ligou um, porra, motor? Se fosse Armstrong, a mídia babaria em cima, dizendo que ele é o melhor mesmo e tal… Observem o domínio do gesto esportivo (o giro) do Cancellara, principalmente nas cronos; chegar dar vontade de jogar minhas coisas de bike fora e virar jogador de pôquer…

  21. Zeca Blak disse:

    Caraaaaaaca!! Tô passando mal de tanto rir!
    Valeu, Juliano! Sensacional!!!

  22. José Carlos SBC/SP disse:

    Perfeito para relaxar.
    Até minhas filhas estão rindo e nem sabem o motivo do post, hehehe
    É isso aí Juliano, valeu!!!!!