Kohl e Schumacher

O comitê ou órgão austríaco que trata dos assuntos de doping, anti-doping e afins suspendeu, como sabemos, o ex-ciclista Bernhard Kohl com dois anos de suspensão.

Ontem, em comunicado emitido a imprensa, a entidade afirmou que após análise das declarações dele e das conclusões da polícia e Ministério Público, cabe uma pena adicional de suspensão vitalícia (segundo as investigações ele comprou, teve sob sua posse e fez meio de substâncias ilegais de 2001 a 2008).

No entanto, durante as investigações ele colaborou com as autoridades e deu o nome dos seus comparsas. Nessas circunstâncias, a pena pode ser reduzida para 4 anos.

Se isso vai fazer algum efeito, não sei: ele anunciou logo quando foi suspenso que estaria se aposentando das competições e se dedicaria ao comércio (bicicletas, obviamente).

Enquanto isso, no país vizinho, Stefan Schumacher anuncia que está preparado para retornar: sua pena termina no final do próximo mês de agosto.

“Estou pronto e animado para voltar às corridas”, declarou.

No entanto, apesar da sua vontade de correr a Vuelta, ele praticamente descarta um retorno em 2010. “O momento não é o ideal para encontrar uma equipe”.

3 respostas para Kohl e Schumacher

  1. Facchini disse:

    Engraçado, Kohl ajudou nas investigações e se ferrou ainda mais.
    Acho que foi meio burro, mas enfim…

    • Zaka disse:

      Então imagine o que nós NÃO SABEMOS a respeito do esquema todo de dopagem lá na Áustria pra ele levar uma punição dessas.

  2. Roberto Smera disse:

    Imagine o que não sabemos a respeito do esquema não apenas na Áustria, mas principalmente da sujeira que corre por trás dos bastidores da UCI, dirigida por corruptos como Rik Verbruggen e Pat McQuaid ?