Campeonatos nacionais de ciclismo 2010

Vários campeonatos nesse final de semana.

Brasil
Estrada masculino – Murilo Fischer (Garmin-Transitions)
CR Masculino – Luis Tavares Amorin
Estrada feminino – Janildes Fernandes
CR feminino – Débora Cristina Gerhard
Estrada Sub23 – Tiago Justo (Scott)
CR Sub23 – Tiago Nardin

Portugal
Estrada masculino – Rui Souza (Barbot)
CR masculino – Rui Costa (Caisse d’Epargne)
Estrada sub23 – Marco Coelho

Argentina
Estrada masculino –
CR masculino – Matias Medici (Scott)

Áustria
Estrada Masculino – Harald Starzengruber (Team Tyrol)

Bielorrússia
Estrada masculino –  Aleksandr Kuschynski (Liquigas)
CR Masculino – Branislau Samoilau

Bélgica
Estrada masculino – Stijn Devolder (Quick Step)

Bulgária
Estrada masculino – Danail Petrov

Canadá
Estrada masculino – Will Routley (Jelly Belly)
CR masculino – Svein Tuft (Garmin-Transitions)

Costa Rica
CR masculino – Jose Bonilla

Croácia
Estrada masculino – Radoslav Rogina
CR masculino – Matija Kvasina

República Checa
Estrada masculino – Petr Bencik (PSK)
CR masculino – Frantisek Rabon (HTC Columbia)

Dinamarca
Estrada masculino – Nicki Sörensen (Saxo Bank)
CR masculino – Jakob Fuglsang (Saxo Bank)

Estônia
Estrada masculino – Kalle Kriit
CR masculino – Tanel Kangert

Esbórnia
Estrada masculino – Maestro Plestkay
CR masculino – Kraunus Sang

Finlândia
Estrada masculino – Jussi Veikkanen

França
Estrada masculino – Thomas Voeckler (Bbox)
CR masculino – Nicolas Vogondy (Bbox)
CR feminino – Jeannie Longo

Alemanha
Estrada masculino – Christian Knees (Milram)
CR masculino – Tony Martin (HTC Columbia)

Inglaterra
Estrada masculino – Geraint Thomas (Sky)

Hungria
Estrada masculino – Peter Kusztor
CR masculino – Peter Kusztor

Irlanda
Estrada masculino – Matthew Brammeier
CR masculino – David McCann

Israel
Estrada masculino – Niv Libner
CR masculino – Eyal Rahat

Itália
Estrada masculino – Giovanni Visconti (ISD)
CR masculino – Marco Pinotti (HTC Columbia)

Japão
Estrada masculino – Takashi Miyazawa
CR masculino – Shinichi Fukushima

Cazaquistão
Estrada masculino – Maxim Gourov (Astana)
CR masculino – Andrey Mizourov (Tabriz)

Lituânia
Estrada masculino – Vytautas Kaupas
CR masculino – Ignastas Konovalovas

Luxemburgo
Estrada masculino – Frank Schleck (Saxo Bank)
CR masculino – Andy Schleck (Saxo Bank)

Moldóvia
Estrada masculino – Alexandre Pliuschin

Holanda
Estrada masculino – Niki Terpstra (Milram)
CR masculino – Jos van Emden (Rabobank)

Noruega
Estrada masculino – Thor Hushovd (Cervélo)
CR masculino – Edvald Boasson Hagen (Sky)

Polônia
Estrada masculino – Jacek Morajko (Mroz)
CR masculino – Jaroslaw Marycz (Saxo Bank)

Romênia
Estrada masculino – Andrei Nechita
CR masculino – George Anghelache

Rússia
Estrada masculino – Alexandr Kolobnev (Katusha)
CR masculino – Vladimir Gusev (Katusha)

Eslováquia
Estrada masculino – Jakub Novak (Bratislava)
CR masculino – Martin Velits (HTC Columbia)

Eslovênia
Estrada masculino – Gorazd Stangelj
CR masculino – Gregor Gazvoda

Espanha
Estrada masculino – Jose Ivan Gutierrez (Caisse d’Epargne)
CR masculino – Luis Leon Sanchez (Caisse d’Epargne)

Suécia
Estrada masculino – Michael Stevenson
CR masculino – Gustav Larsson (Saxo Bank)

Suíça
Estrada masculino – Martin Elmiger (AG2R)
CR masculino – Rubens Bertogliati (Androni)

Ucrânia
Estrada masculino – Vitaliy Popkov
CR masculino – Vitaliy Popkov

65 respostas para Campeonatos nacionais de ciclismo 2010

  1. Fernando Blanco disse:

    Zaka, muito obrigado pelo listão acima. Deve ter dado um trabalhão para buscar isto tudo, traduzir, digitar…
    E como comentário, poucos super nomes na lista, não? Destaque para o meu favorito – o Belga -, que teve o Devolder (como já tinha sido em 2008) sucedendo o Boonen. A Quick-step vem tendo poucas alegrias nestes últimos anos e o domínio no campeonato belga vem sendo o “prêmio de consoloção”…

  2. Roberto Smera disse:

    Obrigado pela Lista…Acredite, mas nem o site da CBC tem o resultado da prova de estrada até agora. Lamentável.

    • Zaka disse:

      Eu sei, por isso a lista nacional não está completa. Descobri uns nomes aqui e outros ali. Do Murilo fiquei sabendo pela ferramenta-inútil-mas-algumas-vezes-interessante-Twitter.

  3. Fernando Blanco disse:

    E não é que a Milram finalmente ganhou algo de destaque?! Venceram em casa, na Alemanha, e na Holanda, o que é uma surpresa para mim. Os Rabobanks, que tem a nata do pelotão batavo, deveriam vencer, eu acho.
    E que vergonha a CBC…valeu, Roberto.

  4. ronaldomoura disse:

    Quando anunciuo sua saida do MTB, Jakob Fuglsang disse que saia em busca de títulos e conseguiu.

  5. fabio_bsb disse:

    Murilo Fisher ganhou?

    Teremos camisa verde amarela na Vuelta

  6. Fernando Blanco disse:

    Off-topic – pobre ciclismo verde-amarelo: na falta de grandes provas e conquistas para divulgação, temos o barraco Pagliarini vs Scott estampado na impressa especializada internacional…

    http://www.cyclingnews.com/news/pagliarini-to-skip-brazil-titles-in-protest

    • Roberto Smera disse:

      Barraco justificável. Note que ele também fala em nome dos próprios colegas de equipe, que devem estar passando pela mesma situação lamentável e inadmissível. Difícil o esporte ser levado a sério aqui no Brasil, se a principal equipe não dá a motivação mínima para os atletas continuarem o árduo trabalho.

    • Zeca Blak disse:

      Charles De Gaulle tinha razão: “O Brasil não é um país sério”
      Lamentável.

  7. Juca disse:

    Ow gaúcho ! vc nem presta !

    Esbórnia foi foda!

    http://www.lastfm.com.br/music/Kraunus%2BSang%2B%2526%2BMaestro%2BPletskaya

    http://desciclopedia.org/wiki/Principado_da_Esb%C3%B3rnia

    Ow Ronaldo eu já vi esse Jakob Fuglsang correr de MTB em Balneário Camboriu em 2005 na WC, ele ainda era sub23 e andou pra caraio. Ae depois ele ganhou o mundial sub23 de XC e foi pra CSC/Saxo Bank.

  8. Fabão disse:

    Grande prova mesmo deve ter sido na Esbornia, o pessoal de lá tá de parabéns

  9. Diovani disse:

    O Maestro Plestkay deve estar dançando o Copérnico (dança típica da Esbórnia) de tão feliz!

  10. Augusto disse:

    Andy ganhou a Crono em Luxemburgo?

  11. Augusto disse:

    Ah…e no francês, a “sempre ela” Jeannie Longo foi campeão de CR feminino francês aos 51!

  12. vigorelli disse:

    Só pra completar:

    Brasil – estrada sub 23 – Tiego Justo – Scott

    • Will Barbosa Bike e etc. disse:

      meu irmão Tiego Gasparotto (já tinha mencionado que ele é uma grande promessa) começa a dar as caras de verdade hein!

  13. Parabéns ao Murilão!!
    e ao Kraunus!!! Que momento, que momento…

  14. Claudio Vinicius disse:

    Será que vão deixar o Murilo correr com a camisa de campeão nacional? Na Liquigás ele não podia nem ganhar o Brasileiro…

  15. David_biker disse:

    O que houve com o Cancellara?
    Qual o desempenho e resultado dele no camp. Suiço?

    • Zaka disse:

      Não correou o CR. Aliás, acho que ele está proibido de correr essa modalidade lá😉

      Na estrada é outro papo. Não basta ser o mais forte, cada corrida é uma história.

  16. Facchini disse:

    Não vi grandes nomes entres os campeões nacionais.
    É um aqui, outro ali..

    Aqui também tem uma lista.. http://en.wikipedia.org/wiki/2010_national_cycling_championships

  17. Zaka, fiquei surpreso com o resultado do campeonato italiano. Sabes a classificação completa? Tô curioso pra saber o que fez o Riccó. Esperava mais dele.

    • Zaka disse:

      Riccò? Chegou a 1’25”. No Cyclingnews tem os resultados completos.
      Não vejo o resultado como surpresa. É o segundo título do Visconti.

  18. FAB1000 disse:

    Surpresa é ver que o Kolobnev finalmente ganhou uma. Aleluia senhor!rsrsrsrs

  19. […] Campeonatos nacionais de ciclismo 2010 « Maglia Rosa […]

  20. Juca disse:

    O encerado do Sella chegou bem no italiano. Já o Kolobnev deixou de ser “rubinho”.

  21. rafael machado disse:

    Foda…sem campeão brasileiro no Tour….

  22. ALEX SANDER disse:

    Parabéns ao Maestro Plestkay que vai ser gregário de Armstrong na Radio Shack e pro Kraunus Sang que esse ano defenderá a Astana………..parabéns também pra Esbornia………terra maravilhosa!

  23. Marcio biker disse:

    Há boatos que o campeão brasileiro oofereceu $ para aliviarem o pé no pelotao durante prova Boatos!

    • Augusto disse:

      Pô Márcio….FALA SÉRIO!!!!

      Se for piada é de péssimo gosto, se for insinuação nem deveria ser escrita, e se for verdade que venha acompanhada de provas…

      Caso contrário – LIXO pra esse tipo de boato!

      Tanto porque denigre quem é o campeão (e na minha opinião está acima desta suspeita) e também quem aceitasse uma jogada imunda dessa.

      Como é de praxe: Lamentável…

      • vander disse:

        Não precisa ser um entendido para saber que o Murilo não precisa de grana para ganhar um campeonato brasileiro…
        Não é atoa q ele é o único lá fora..

        • Will Barbosa Bike e etc. disse:

          o Murilo JAMAIS precisaria de $$ pra ganhar aqui, mesmo em um circuito duro como o que rolou aqui na minha cidade (São Carlos) esse ano e no ano passado também…
          aliás, ano passado ele só perdeu o Campeonato pro Super Ataque do Alex (que escapou dos outros atletas da fuga na última volta), Baiano e Morandi… Puxou pra caramba, ajudou a buscar os escapados e tenho por mim que ‘não poder ganhar o Nacional’ pela Liquigas também contou. é um baita atleta e ta voando.

          LAMENTÁVEL o comentário do distinto aí em cima….tsi tsi tsi….

  24. Will Barbosa Bike e etc. disse:

    kkk… tirando o Campeonato Nacional da Esbórnia (que vai dar muito que falar ainda)…

    – irmãos ‘Shrek’: são donos daquele lugar né?😉

    – Devolver, Voeckler, Hushovd e Visconti de novo: gostei🙂

    – Janildes, Murilo, Larsson, Martin, Longo, Pinotti, Konovalovas, Hagen, Medici: ABSOLUTOS😉

    – Hungria, Ucrânia, e Bolívia com o mesmo atleta vencendo nas 2!😮

    – França, Espanha e Dinamarca (além do cartel de Luxemburgo rs rs rs) com dobradinhas de equipes!!!! Sou fã dos caras da Dinamarca🙂

    – Rússia: Gusev voltando com título e Kolobnev tirando a barriga da miséria como tbm a Milram😀

    – Cadê o Vino?

    – Sabe algo sobre o Sagan?

  25. Rodrigo Dantas disse:

    Zaka,

    Vc sabe as distância das provas em cada país?
    Aqui no Brasil, tirando este campeonato brasileiro, as provas costumas ser ridículas de curtas…
    Abraços e parabéns pelo blog!

  26. ciclista disse:

    ta todo mundo comentando que o campeão chegou a oferecer valores de 2000.00 a 3.000.00 se é verdade eu não sei más não boto a mão no fogo não

  27. Fernando Blanco disse:

    Suborno no Brasileiro de ciclismo:
    1. Não faço idéia do que possa ter acontecido; soube do assunto aqui no Maglia Rosa.
    2. Não frequento as corridas, nem as oficinas de bike, nem tenhos amigos ou colegas ligados ao ciclismo top brasileiro.

    Isto posto:
    1. No pelotão profissional europeu este tipo de acordo existe desde os tempos em que as rodas das bicicletas se tornaram redondas.
    2. Os casos reportados pela imprensa especializadas são inúmeros. Eu mesmo – sem qualquer pretensão, por favor – ouvi da boca do grande campeão Freddy Maertens, que me disse haver vendido uma etapa do Tour de 81 para o também belga Eddy Planckaert. E a minha pergunta para ele foi: “O Eddy era rápido mesmo, afinal ganhou a etapa de Zolder em…” – e ele nem me deixou terminar a pergunta: “Ele ganhou porque comprou a etapa de mim hehehe”. É isso mesmo, sem vergonha e ainda rindo! Na Vuelta, por exemplo, era comum o favorito espanhol comprar a ‘leadade’ de outros compatriotas. O caso mais famoso foi Delgado x R.Millar, da Escócia, 198X e eu ouvi isso do próprio Millar quando eu morei na Escócia. As famosas Kermesses pós-Tour, pós-Giro são todas com cartas marcadas…
    3. E não é só grana que rola, mas também tem troca de apoio em outra prova pré-combinada. Os valores morais e a ética do esporte profissional (qualquer um) é bem diferente do nosso puro dia-a-dia nas estradas por amor ao esporte…

    No caso citado aqui, Made in Brasil, não seria de estranhar que o nosso grande e legítimo campeão Murilo comprasse apoio de alguns ciclistas fortes, mas sem chances/ambição de vitória, para o apoiarem, pois ele estava sem equipe.

    Triste seria ele ganhar um sprint falso por ter pago para o concorrente mais forte perder. Se ele apenas reforçou sua equipe “solitária” não há nada de errado, à luz da ética do ciclismo pro.

  28. Will Barbosa Bike e etc. disse:

    Isso aí Fernando….Parabéns mesmo!

    Se foi um sprint, acho mesmo que ele pode (e tem muita chance) vencer NA PERNA!

    e outra coisa, sprinter puro num sobe ali 19 vezes na ponta do bloco não…. ou chegam mortos….

    O Murilo é um baita cara forte e já nos provou isso…. vamos aplaudi-lo!

    • vander disse:

      sprinter?
      o nilceu não terminou..
      o geraldo que ganhou a copa américa que é embalador não terminou…
      dentre vááários outros..
      isso ai não foi prova pra sprinter não

      • Will Barbosa Bike e etc. disse:

        isso mesmo… isso mesmo que eu tava tentando dizer. o circuito é muuuuuuito duro e não é pra qualquer ‘sprinter’ não… meso que não seja sprinter puro. por isso que temos que valorizar ainda mais a vitória do Murilo.

  29. Zeca Blak disse:

    O Sr. Blanco participando desse blog só reforça a qualidade do mesmo. Somos felizardos de tê-lo por aqui.
    Que maravilha, que luz!
    Valeu!

  30. FAB1000 disse:

    Ele ganhou solo!
    Vcs não viram os resultados não?

    http://wp.clicrbs.com.br/ogregario/files/2010/06/masculino.pdf

    Olhem a quebradeira que foi…

  31. ciclista disse:

    também acho que ele não precisava ter oferecido $$$ p os dois da scott,más segundo fontes foi feito esse acerto sim,a cbc tinha um grande interresse que o fisher vencesse pela propaganda que faria la fora com camisa de campeão brasileiro.