Declarações de Armstrong

Direto do Facebook dele:

Last hard ride before the TdF. Test on the Col de la Madone. Record time? No. Close to it? Yes. I’m ready.

24 respostas para Declarações de Armstrong

  1. diogo santos disse:

    Boa Sorte, Titio Lance!!! Não vai ser fácil; tem alguém “contando” com mais uma, mas torço por você de qualquer jeito.

  2. Fernando Blanco disse:

    O Col de la Madone fica no sul da França, entre Nice e Mônaco, e é lá que ele treinava quando morava na região – isto antes de ser tornar inimigo público n.1 pelo L’Equipe e até pela própria ASO, e se mudar de volta para os States.

    De fato mesmo, isso pouco vale pois uma subida rápida de uma serra não significa muito diante do que é um Tour, mas mostra que: (1) el quer assustar a competição, (2) é supersticioso, i.e. se vai bem no Madone, acha que irá bem no resto…

  3. Fernando Blanco disse:

    Off-topic (sorry, Zaka): será que um evento assim, num lugar assim, teria sucesso no Brasil? http://www.cyclingnews.com/news/procycling-and-cyclingnews-tour-de-france-evening-enthralls-audience
    Debate sobre o Tour num café temático sobre ciclismo. Sonho?

  4. Juca disse:

    É melhor ele estar pronto mesmo, no Tour não há +- …

  5. Hugo disse:

    O Col de la Madone é a montanha onde ele treinava quando morava em Nice, tambem tem um valor importante para ele, porque depois do cancro foi a montanha onde fez o teste final antes da primeira vitoria no TOUR, mais tarde a TREK utilizou este simbolismo todo e fez a TREK MADONE..Eu acredito…Livestrong

  6. Chico disse:

    Soca a bota Lance!

  7. rafael machado disse:

    Pela primeira vez vou torcer realmente para uma vitória dele!! vai dar trabalho para o AC!! allez Lance?

  8. David_biker disse:

    A notícia de que será seu último tour somada a esta declaração dessa performance…
    Mostra que “vem para A briga” e isso vai gerar muita pressão! Não sei se vence, mas, tá com muita coragem.

  9. Roberto Smera disse:

    Me impressiono cada vez mais como a base de fãs do Armstrong é forte por aqui. Embora respeite a idolatria de muitos, minha opinião é que ele não passa de uma fraude. Um ciclista que nunca demonstrou qualquer talento para ganhar um “Grand Tour” e que milagrosamente passa a vencer depois de se unir a um dos maiores pilantras da Europa, conhecido como Dr. Michele Ferrari.

    Notícia de hoje do NYT :

    http://www.nytimes.com/2010/06/29/sports/cycling/29cycling.html?pagewanted=1

    O fato mais relevante que me chamou atenção nessa matéria é que dois ex-companheiros de equipe já estão “abrindo o bico” e colaborando com as autoridades. Resta saber quem são.

    Enfim, mais um legado de vitórias manchado por acusações, que dessa vez são muito bem fundamentadas.

    • Rafael disse:

      Todo grande ídolo sofre perseguição. “Se” o Lance usa meio ilícito para melhorar a performance, tenho certeza que TODOS também usam. Basta ver a grande diferença que o Contador fez sobre Ele e os Demais em 2009. Espanhóis não são santos, e americanos não são demônios. Todos são iguais! Mas se o Lance Armstrong se “dopou” esse tempo todo, isso não muda em nada sua excepcinal performance e seu talento superior. Ele venceu o que poucos venceram, O CÂNCER. Ele, é sem dúvida o MAIOR EXEMPLO do ciclismo mundial, até maior que o Merckx, pois foi campeão após estar quase morto… Quantos conseguem isso? Todo ídolo sofre perseguição, e o Lance é invejado por quase 90% dos ciclistas amadores e profissionais. Invejado no mal sentido… muitos o querem ver na lona… Mas não esqueçam, ELE venceu o CÂNCER… isso ninguém (invejoso ou não) contestar. LANCE É O MAIOR CAMPEÃO DE TODOS OS TEMPOS NO CICLISMO… Felizmente!

  10. Zeca Blak disse:

    Torço pro Lance porque comecei a apreciar ciclismo por causa dele e da ampla divulgação do ciclismo por essas bandas depois de seu surgimento no Tour. Ele é pro ciclismo mundial mais ou menos como o Tiger Woods é pro golfe. Marketeiro? Ciclista de uma prova só? Produto da mídia? Concordo com tudo isso, mas digo que ele, com sua visão, mostrou pra quem não é europeu, o que é ciclismo de estrada.
    Go Lance!

    • Roberto Smera disse:

      Concordo com você em parte, Zeca. Sua referência sobre o crescimento e exposição do esporte para nós é válida. Todavia, em todos os anos em que acompanhei o Tour com a participação do Armstrong, posso dizer que foram os mais monótonos, salvo a edição de 2003. Vale mencionar que se somarmos os minutos em que as câmeras focalizam apenas o Armstrong em cada transmissão, dá para fazer um filme de longa metragem. Literalmente esquecem do restante, como se ele fosse maior do que o próprio evento. Sorte que tenho o canal TV5 em casa.

      • Zeca Blak disse:

        Pô Smera, as vitórias do Contador tb foram monótonas. E tantas outras vitórias de tantos outros grandes ciclistas…
        A Espn sempre vai focalizar mais o Lance, porque ele vende. O que mais da metade do mundo quer ver no ciclismo, hj, é o Lance nas cabeças do Tour. “Nenhum” telespectador da Espn quer saber se o Sagan é uma nova promessa ou se o Basso vai ter pernas pro Tour depois do fantástico Giro. O que vende é o LANCE. Mostram ele 1h59min das 2 horas da transmissão e cobram fortunas pros anunciantes que quiserem aparecer. Se não tivesse o Lance, os preços dos anunciantes cairiam ou nem haveria transmissão.
        Por um lado, isso é ruim, porque limita a cabeça do americanos que simplesmente torcem, sem sequer ter uma bicicleta na garagem. Mas por outro, como disse antes, a divulgação do ciclismo pras massas dissemina o esporte e cria novos fãs (eu, por exemplo). E chega desse assunto assim por escrito. Qualquer dia a gente se esbarra num pedal e troca uma idéia.
        Tô desconfiado que vc nasceu na França… ehe.
        Abs,
        Zeca

        • diogo santos disse:

          DESCULPEM-ME, MAS DEPOIS DE CADA FIM DE ETAPA, O PRIMEIRO NOME QUE PROCUREI NOS RESULTADOS ANO PASSADO FOI LANCE ARMSTRONG.

  11. Pança disse:

    Não creio que ele seja uma fraude; entre os dopados é o que mais pedalou. E hoje com 38 anos ( com marcação cerrada) ainda esta com resultados expressivos.

  12. Daniel Vidigal disse:

    Estou achando legal, pois estão todos muito motivados. Lance, Contador, Schlekinho, Basso e Sastre. Ou seja a briga vai ser boa nas montanhas, quero ver o Titio aguentar, mas que fico na torcida eu fico!!

  13. Marcelo Góes disse:

    Achar que só o Armstrong se dopa é tão ingênuo quanto achar que ele ganhou tudo limpo. Nunca se esqueça que mesmo com a suposta falta de talento que você se refere o cara ganhou 7 Tours seguidos! E sobre gente que esteve sim enrolada com doping (ulrich, pantani, basso e cia). Nem 8 nem 80, meus amigos. O doping faz parte do ciclismo, não há o que fazer a respeito disso. Achar que o Armstrong é uma farsa é idolatría às avessas. Não tem como não enxergar a capacidade do cara. Toda prova dominada por alguém como ele dominou o Tour durante 7 anos tende a ser chata sim, mas fazer o que? Ninguém era páreo pro cara! Hoje a história se repete com o Contador. Sou fã do Lance, Induráin e tinha uma certa antipatia pelo Contador. Mas mudei de opinião. O cara é um fora de série e merece todo o meu respeito. Torço para que o Tour 2010 seja o mais disputado dos últimos tempos mas acho pouco provável. Posturas fanáticas são alimentadas por amor, mas podem perfeitamente serem alimentadas pelo ódio. Odiar um cara a este ponto é ser o outro extremo do fanatismo. Que venha o Tour, com Armstrong, Contador e o espetáculo que todos esperam. Go Lance!

    • Roberto Smera disse:

      Não apenas se dopa, mas tem condições de ter acesso aos melhores programas de dopagem e os melhores “doutores” que o dinheiro pode pagar. Esse fato, aliado ao conhecimento que se tem hoje que nem todos os atletas respondem a mesma droga de forma igual (ele mesmo sendo comprovadamente um caso à parte nesse sentido), já o coloca em vantagem sobre muitos adversários.

      Sobre o talento de competir em provas do tipo Grand Tour e obter sucesso, é muito fácil você constatar o que foi o Armstrong pré-cancer, quando competiu nesse tipo de prova. A resposta é um ciclista medíocre, provando que ao contrário do Contador que tem Talento Nato, Armstrong é um ciclista “fabricado” pelo mago do dopping, Dr. Ferrari.

      Compilei alguns resultados para você :

      Primeiro Tour – Armstrong (idadade 21): DNF.
      Primeiro Tour – Contador (idadade 22): 31 posição

      Segundo Tour – Armstrong (idadade 22): DNF.
      Segundo Tour – Armstrong (idadade 24): VENCEDOR

      Terceiro Tour – Armstrong (idadade 23): 36 posição.
      Terceiro Tour – Contador (idadade 26): VENCEDOR

      Concordo quando diz que os outros também estavam dopados. Entretanto, ao contrário do que você diz, acredito que há como mudar a cultura do doping dentro do ciclismo. Assunto para um outro post.

      Não, achar que o Armstrong é uma farsa não é idolatria as avessas. Veja a história do Tour e trace um paralelo entre os campeões que venceram múltiplas vezes com o os resultados apresentados pelo Lance.

      Ele dominou as 7 edições pois tinha escravos (os melhores diga-se de passagem), colocando um passo insano na frente das outras equipes, impedindo qualquer tipo de ataque até o final das etapas, onde no final se destacava e vencia. Nada mudou e vemos a mesma fórmula se repetindo hoje. Monotonia pura.

      Assim como você, também não simpatizo com o Contador. Acho que tende a ser igualmente um competidor monótono nesse tipo de prova. As vezes “alegra” um pouco mais as etapas, lançando ataques solo muitas vezes impressionantes.

      Para terminar, a máquina de propaganda que o Armstrong foi capaz de arquitetar foi tão efetiva, que hoje temos uma verdadeira horda de discípulos incapaz de olhar fora dessa esfera, do “mundo Armstrong”, pensar fora da casca. Aliado ao fato que costumamos “macaquear” tudo que os americanos nos enfiam goela abaixo, temos o cenário completo.

      • Rafael disse:

        Lendo essas linhas vou acabar acreditando que o Ciclismo é que é monótono. Hehehehe… Pensando bem, eu fui competidor de Corrida de Rua e Maratona desde os 14 anos. Quando via as provas de ciclismo ou tentava entender as regras do ciclismo achava um ABSURDO! Pelotão? Sprint? Trabalho de equipe? Putz… qunanto “enrolation” para apenas um cara ganhar! Na corrida não tem essa… ganha o melhor, nada de benefícios extras em função de equipe. Sou magro e quando via um ciclista “bombadão”, e tem muitos por aí… tinha pena. O próprio Lance foi alvo de críticas da minha parte… Ninguém ganharia 7 vezes sem se dopar… Olho o atletismo agora com os olhos que eu olhava o ciclismo a 10 anos atrás… Com NOJO E REPULSA… por que? Porque estão todos dopados, bombados… uma Merda!

        O Lance é um cara 10, o melhor ciclista, pois esteve morto e tornou-se campeão… Não um campeão que morreu pela vaidade e futilidade… Agora gosto do ciclismo por causa Dele… Respeitemos o Cara! Ele é o maior… Big Boss!

  14. Viley disse:

    Lance Armstrong – ou vc ama ou vc odeia :p
    Sempre fui fã do cara…graças a ele que pedalo hj…
    assim como uma enorme porcentagem dos ciclistas que existem aki nas américas…Se ele ganhou os 7 tours à base de doping, eu não sei..e ninguém aqui nesse fórum tb não sabe…alguns SUSPEITAM…então até que se prove o contrário, ele é inocente (ou essa regra não vai se aplica ao Lance pq o cara é norte-americano? lol )..
    suspeita por suspeita, eu suspeito até da minha sombra…
    pra mim, contador, cancellara e cia não correm à base de arroz integral e uma cervejinha de vez em quando…todo o pelote tem alguma coisa pra esconder…mas até que se prove o contrário, todos são ciclistas como eu, meu irmão, e os outros colegas que participam aki do fórum e que passam horas pedalando à base de arroz, feijão, macarrão, um bifinho e de vez em quando um complemento de maltodextrina e sachê de power gel😛
    mas voltando ao assunto Lance, acredito que msm que amanhã ou depois se prove que o cara correu dopado etc e tals, nós ainda estamos no lucro…pq toda a mídia que ele trouxe para o ciclismo, nos possibilitou hj poder ir na loja da esquina e encontrar um quadro specialized à venda (coisa que anos atráz só se conseguia através de importação)…então…o lucro já tá aí…e ninguém pode tirar isso de nós🙂

    vlw Lance…e boa sorte no tour ^^

  15. Antonio Carlos Alves disse:

    Rafael

    Tudo que vc disse é verdade.

    Só não concordo que o LANCE É O MAIOR CAMPEÃO DE TODOS OS TEMPOS NO CICLISMO. É só comparar os resultados do Eddy Merckx e até mesmo de Bernard Hinault, Jacques Anquetil e Fausto Coppi.

  16. Fernando Blanco disse:

    O assunto é apaixonante – amores e ódios afloram – e não vou entrar no emocional da coisa, mas apenas no objetivo:
    1. Quando o Tour tem um líder muito forte (como era o Lance) correndo por uma super equipe (como era a USPS) o Tour ficava chato mesmo, afinal, eram o “trem azul” pedalando na ponto 200 km, abortando todas as fugas, com algum espanhol (turbinado) lançando-o a alguns kilometros da chegada. Nada a contestar, mas ficava bem menos legal. 2003 foi diferente graças aos aditivos que o Ullrich tomou. Estou com o Smera.
    2. O Lance não é nem de perto o maior ciclista da história. E não tem paixaõ nisso, mas só conferir as vitórias dele e de muitos outros. Ele é o maior vencedor do Tour, o que não é pouco e pronto.
    abs

  17. Marco disse:

    O grande ponto de tudo isso, independente de admirar ou não o Lance, será a grande competição que veremos. Todos favoritos se dizem preparados e muito motivados pra ganhar.

    O Lance foi um grande campeão, voltou de sua tranquila aposentadoria e colocou sua ilibada carreira “no prego” pra tentar ganhar mais uma vez. E pode ter certeza que ele vai tentar com toda força! Isso é fato.

    Somado isso com a determinação do Schleckinho em se consagrar como um grande ciclista, a competitividade do Contador, a necessidade de auto-afirmação do Sastre a volta-por-cima do Basso, e muito mais, podem ter certeza, veremos uma grande competição!

    Deixemos que simplesmente vença o melhor.

    Abraços!