Tour de France 2010 – Frase do dia

Andei o dia inteiro para ganhar a camisa verde e acabei sem nada. Isso não é justo. Vai acontecer a mesma coisa amanhã? Será que o tempo da Geral vai ser tomado antes dos pavés? Se Alberto Contador ou outro grande corredor cair na calçada ele tem direito a pedir para a corrida ser neutralizada também! Assim, quando nós vamos realmente correr?

Thor Hushovd

13 respostas para Tour de France 2010 – Frase do dia

  1. Viley disse:

    Nunca vão conseguir agradar todo mundo msm…sempre vai ter alguém chateado com a situação :p
    como dizem os cristãos: se nem jisuis conseguiu agradar todo mundo… :p

  2. David_biker disse:

    Concordo com o Thor!
    Fair-Saxo-Bank-Play é muito bom!
    Justiça para todos!
    No Giro seria diferente!
    Provavelmente o Chavanel segura a amarela até sábado!

    Será que a proibição do rádio alterava os fatos dessa etapa?

    • Zaka disse:

      Com certeza. Nos poucos vídeos é possível ver o Cancellara FALANDO no rádio.
      Uma boa proposta seria o rádio de uma mão só. O ciclista só pode ouvir, não pode perguntar e nem palpitar.

    • rodrigo fieira disse:

      No Giro FOI diferente: quando o líder caiu, todo mundo atacou!!!

  3. Thomas Rost disse:

    tb concordo com o Thor

  4. Pedro (Barcellos Sports) disse:

    direto e reto!!!!.. Meu palpite de hj é o cancellara atacando no pave pra retomar a amarela….

  5. Roberto Smera disse:

    Lendo as contribuições feitas nesse e em outros espaços, fico perplexo com a falta de conhecimento apresentada por alguns participantes sobre o assunto da tal neutralização.

    Um cínico poderia dizer que o Cancellara não optou por atacar e defender a camisa amarela para permitir que os irmãos Schleck reagrupassem, eis que são os líderes da equipe para o Tour, quando ao meu ver a desistência da camisa amarela foi um ato de puro respeito.

    Do ponto onde estava (descida do Stokeu olhando no mapa da etapa), Cancellara poderia perfeitamente ter encostado no Chavannel, ultrapassado, vencido a etapa e aumentado sua margem de liderança. Se alguém aqui ou em qualquer outro espaço não aprecia essas nuances de conduta de cavalherirismo, fica fácil compreender se observarmos a atitude de um jogador de futebol, quando um companheiro de sua equipe é fortemente contundido. Quantas vezes já vimos um jogador do time oponente chutar a bola para fora, a fim de dar tempo para que o injuriado seja tratado e se recupere ?

    Penso que se o Cancellara não tivesse agido de forma a preservar o interesse de TODOS e tivesse seguido em frente com um ataque e eventualmente vencido, ele certamente seria crucificado não apenas por grande parte dos companheiros e oponentes, mas também por quem estava de fora assistindo, manchando bastante sua reputação e sua vitória.

    Enfim, “chapeau” para o Cancellara, Chavannel e todas as bravas almas que conseguiram terminar a etapa de ontem.

  6. Augusto disse:

    Concordo Roberto.

    Como disse o Riis, a decisão é dos ciclistas.

    Há que se pensar também em quem não ficou satisfeito, como outros corredores, os torcedores, patrocinadores e a organização.

    Pelo que pude acompanhar das entrevistas depois da etapa (http://www.cyclingnews.com/news/reactions-from-a-crash-marred-stage-2), a atitude foi em respeito aos que caíram.

    Foi tomada no calor da disputa.

    Não culparia a organização, nem tampouco os ciclistas….em especial o Cancellara….

    Aconteceu deste jeito: simples assim.

  7. frq disse:

    Não sei se condeno ou não a posição dele, é difícil. Como disse o Roberto e o Augusto, uma decisão de cavalheiros, tomada no calor da disputa.

    Mas, ao mesmo tempo em que foi um respeito com quem caiu, foi um desrespeito com os sprinters e os espectadores.

    Enfim, teve muita gente irritada:
    http://www.bigringriding.com/post/776034034/wtf-fabian

  8. Joel disse:

    Também acho que o Cancellara vai torcer o cabo hoje! É a praia dele!

  9. Cebo disse:

    Pessoa precisa ver as fotos da carnificina. Foi feio mesmo. Não foi a toa que os ciclistas ficaram revoltados.

  10. Facchini disse:

    É isso mesmo, acho esse tipo de respeito no ciclismo lindo.

    Mas entende o Hushvod, ele é mais constante que o Cav por exemplo, mas não é mais rapido.

    Por isso ficou puto, por que se manteve no grupo do amarela, enquanto outros sprinters sofriam.

    Mas volto a dizer, achei sensacional esse respeito entre os ciclistas, e a neutralização.

  11. Antonio Carlos Alves disse:

    Pedro eu acho tambem que o o Cancelara não ganha a etapa mas ganha a camisa amarela, Quem ganha a etapa é o norueguês Thor Hushod e o Lance vai perder mais de 2 minutos.

    (hehehehe bricadeirinha eu assisti a etapa mas o Pedro acertou mesmo)