ABC Concresul no Tour de France 2010

21/julho/2010

Meu amigo Otávio Marca, de Bento Gonçalves, integrante da equipe mandou um aviso: o Gian Ambrosi, outro corredor do time foi assistir o Tour, prometeu correr ao lado do Contador e cumpriu a promessa (a pé, mas mesmo assim o mundo inteiro assistiu).

O vídeo eu publiquei na terça feira.

Anúncios

Jens Voigt fala sobre a queda

21/julho/2010

Ainda ter disposição para dar uma entrevista depois do ocorrido? É o verdadeiro Chuck Norris!


Tour de France 2010 – Algumas puro-sangue

21/julho/2010

Pinarello Dogma 60.1 da equipe do esquilo 😉 totalmente euro-style.

Orbea Orca da equipe laranja.

Look 695 da Cofidis (e tem aquele avanço que eu quero).

Fuji SST da Footon (confesso que não é a minha preferida).


De quem é a bike?

21/julho/2010

Sem dicas.

ATUALIZAÇÃO: a abraçadeira do canote.


Tour de France 2010 – Grafite Corporativo

21/julho/2010

É o fim dos tempos.

Mensagens de fundações ainda vai. Agora, publicidade?

Mas eu não me iludo: uma empresa desse porte não faria isso sem autorização. Com certeza pagaram pelo “espaço”.


Jens Voigt – Bicicleta Amarela

21/julho/2010

‘Eu vinha a apenas 20 segundos do grupo da frente, mas a cerca de 2Km de descida o pneu da frente explodiu e eu pense “Oh Deus” e eu caí. Apenas um ano depois do meu acidente horrível eu caí novamente em outra descida de montanha. E deixe-me dizer: o único lugar que se sente bem agora é o meu cotovelo direito. O resto de mim está esfolado. Além disso, tenho cinco pontos no cotovelo esquerda e há algumas coisas que não estão no lugar certo! Talvez eu tenha que fazer um Raio-X, mas eu odeio Raio-X (radiação), mas, se eu tenho uma costela quebrada, não posso fazer nada.

O pior de tudo é que eu quase fui tirado à força do Tour pelo segundo ano consecutivo. O problema era que o primeiro carro da equipe tinha ido atrás de Andy Schleck e o segundo tinha ido para a frente entregar garrafas de águano sopé da montanha seguinte. Como resultado, eu não tinha bicicleta, pois a minha quebrou.

Então o carro vassoura passou e perguntaram: “Você quer entrar?” E eu disse: “Não, eu não preciso de vocês”. Finalmente os organizadores da corrida me deram uma bicicleta, amarela, para um júnior. Muito pequena pra mim e com pedais antiquados. Mas foi a única maneira que eu encontrei para descer a montanha, por 15 ou 20Km até que finalmente consegui uma bicicleta adequada com a equipe’.

Jens Chuck Norris Voigt


Caisse d’Epargne

21/julho/2010

Contribuição do Rodrigo Fieira.