Jan Ullrich é preso. De novo.

10/agosto/2018

Sim amiguinhos. O alemão único vencedor do Tour de France foi preso novamente nessa sexta feira.

O motivo dessa vez foi agressão a uma prostituta. Após passar a noite com a moça, o alemão, sob influência de álcool e drogas (segundo informações da Polizei) bateu na mulher e tentou estrangulá-la.

Apesar disso a justiça alemã não viu nisso uma tentativa de homicídio e, por essa razão, não manteve o pinguço atrás das grades.

Recentemente separado, Ullrich afirma que desde o final de 2017 não vê seus filhos, que estão com a guarda da ex-esposa.

O fato da semana passada na Espanha foi quando ele iniciou o tratamento para o alcoolismo (que obviamente não está funcionando).

Anúncios

Herói do Tour

09/agosto/2018

Na minha opinião esse é o sujeito que deveria receber o dorsal vermelho no final da prova como o mais combativo. Além desse pequeno “incidente” que ele teve durante essa etapa, buscou por várias vezes vitória e não fica se escondendo.

Bagnères-de-Luchon – France – wielrennen – cycling – cyclisme – radsport – illustration – sfeer – illustratie wondde injured legs of GILBERT Philippe (BEL) of Quick – Step Floors pictured during the 105th Tour de France – stage – 16 from Carcassonne to Bagnères-de-Luchon – 218KM – photo JdM/PN/Cor Vos © 2018


Masmorra

04/agosto/2018

O ex-ciclista único alemão a vencer um Tour de France, que atualmente se dedica às atividades gastronômicas, Jan Ullrich encontra-se nesse momento preso nas masmorras da polícia de Palma, onde reside atualmente.

O motivo divulgado seria a invasão da casa de seu vizinho, o também alemão Til Schweiger, um famoso (?) diretor de cinema.

Ullrich teria pulado o valo que separa as duas casas e ameaçado o compatriota.

O motivo da invasão? Seria uma discussão por causa dos limites das propriedades.


Troféu Coragem 2018

02/agosto/2018

Esse é Lawson CRADDOCK (Team EF Education First-Drapac) que sofreu uma queda na primeira etapa do Tour de France 2018. Chegou em último nessa dia.

Completou a prova, chegou em Paris com um atraso de 2 horas 49 minutos e 59 segundos com relação ao Thomas.

Detalhe: com a omoplata quebrada.

photo VK/PN/Cor Vos © 2018